Nota Quente: Confira quem faturou o prêmio de março de 2019

Secretaria de Finanças

Autor: Juliana Matos | Publicado em 16 de março de 2019 às 20:59

Prêmio mensal de R$ 10 mil foi sorteado entre mais de 3 mil cupons


A contribuinte Jocelia Ferreira Couto ganhou R$ 10 mil do terceiro sorteio de 201o do programa Nota Quente Palmense. O sorteio foi realizado neste sábado, 16, pela Loteria Federal entre 3.726 cupons que haviam convertidos para o sorteio de março de 2019. 


O programa municipal incentiva o contribuinte de Palmas a solicitar notas fiscais de prestação de serviço oferecendo prêmios em dinheiro todo mês.  O resultado do sorteio pode ser conferido no endereço eletrônico https://notaquente.palmas.to.gov.br/programa/sorteios/.


Todos os sorteados pelo programa devem comparecer à Secretaria Municipal de Finanças e apresentar original e cópia dos documentos de identidade, CPF e Número de Identificação do Trabalhador (NIT) e dados bancários para montagem do processo de pagamento do prêmio.


Próximo sorteio


Até 31 de março ainda podem ser convertidos cupons para o sorteio de R$ 10 mil de abril de 2019, programado para acontecer no dia 21 de abril. Além do prêmio de R$ 10 mil mensais, o programa tem ainda sorteios de R$ 50 mil nos meses de maio e outubro e de R$ 200 mil em dezembro. 

 

Notas de serviço


Conforme já anunciado pela Prefeitura de Palmas, notas emitidas por prestadores de serviços relativos à manutenção predial, mecânica, de instrutores, de academias, de instituições de ensino particular, de microempreendedores individuais, entre outros prestadores, podem ser usadas como fonte de crédito para o programa.

 

Entenda como funciona

O Nota Quente usa 20% do valor total da nota, o que correspondente ao recolhimento de Imposto Sobre Serviço (ISS), em cupons para os sorteios mensais. 

Quem não se cadastrou no programa, ainda pode participar. Basta se inscrever no hotsite do programa e conferir o saldo de notas emitidas em seu CPF. Em seguida, realizar a conversão do saldo registrado em cupons. O saldo também pode ser convertido, até novembro de cada ano, em desconto no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) do ano seguinte.