Para contemplar 2 mil procedimentos cirúrgicos, Projeto Catarata Zero tem início em Palmas

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 07 de janeiro de 2020 às 17:18

Atualmente a catarata é uma das principais causas de cegueira reversível no mundo  


O Projeto Tocantins Catarata Zero foi iniciado em Palmas e realizou os primeiros procedimentos cirúrgicos na manhã desta terça-feira, 07. Portanto, os pacientes que estavam na fila de espera da cirurgia de catarata iniciam o ano de 2020 felizes, esperançosos e com qualidade de vida, pois voltarão a enxergar e consequentemente exercer suas atividades normalmente.


 

Neste primeiro dia a médica Josenylda Barros realiza 11 cirurgias. A secretária executiva de saúde, Marttha Ramos, esteve presente no centro cirúrgico e acompanhou a preparação das primeiras pacientes beneficiadas pelo projeto. “É um benefício para o povo palmense que aguarda pela recuperação da visão para poder ter melhor qualidade de vida. Enquanto gestora, acompanhar os primeiros passos do projeto e ver a população tendo seu problema resolvido é um prazer imensurável”, afirma Marttha.

 


A prefeita Cinthia Ribeiro lançou o projeto com a senadora Kátia Abreu em dezembro de 2019, e falou da enorme satisfação de atender a população por meio do projeto na Capital. “Estamos empenhando nossos esforços para que, com muita responsabilidade, possamos atender essa importante demanda da população palmense. Certamente, a qualidade de vida, saúde e bem-estar dos contemplados será bem melhor”. Ela ainda comentou: “as clínicas oftalmológicas parceiras de Palmas entenderam a importância dessa demanda e quem ganha é a população”.


 

Doença (catarata):

 

A catarata é uma doença dos olhos, que consiste na intransparência parcial ou total do cristalino. Pode ser ocasionada por diversos fatores, porém, o envelhecimento é causa mais recorrente da patologia.

 


Atualmente a catarata é uma das principais causas de cegueira reversível no mundo. Deste modo, a resolução dos casos da doença é tipificada como uma demanda social relevante para saúde da população, por conta das mudanças que alteram a rotina diária dos cidadãos.


 

O Projeto

 

O Catarata Zero é uma iniciativa da senadora Kátia Abreu, em parceria com o Município de Palmas, e foi lançado no último dia 16. Com o objetivo de zerar a fila de espera pela cirurgia de correção visual em todo o Estado, o projeto alcança cinco municípios – Palmas, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional, Gurupi e Tocantinópolis. Para a Capital foi destinado o valor de R$ 1.814.889,00 e irá contemplar 2 mil procedimentos cirúrgicos eletivos e beneficiará cerca de 900 pessoas.

 









Edição: Lorena Karlla