Ponto de coleta seletiva de lixo é instalado na Escola Monteiro Lobato

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Eliene Campelo | Publicado em 27 de fevereiro de 2019 às 12:15

Técnicos da Fundação de Meio Ambiente conversaram com os alunos sobre o Programa Coleta Palmas

Os alunos da Escola Municipal Monteiro Lobato, na Arse 102, receberam a visita da equipe do Programa Coleta Palmas (PCP) na tarde desta terça-feira, 26, para um bate-papo sobre o novo ponto de coleta do programa instalado ao lado da escola e como os alunos podem contribuir separando o lixo produzido em suas casas para depositá-lo nos contêineres. A ação faz parte do cronograma do programa que pretende fechar 2019 com 40 pontos de coleta seletiva distribuídos em todas as regiões da Capital.

 

A diretora da Escola Monteiro Lobato, Luciana Rodrigues, conta que alguns alunos já desenvolvem um projeto de coleta seletiva na unidade de ensino. “Nós temos uma horta e desde o ano passado trabalhamos com grupos de alunos a prática da compostagem, para isso eles trazem restos de alimentos como cascas de frutas, sementes etc. e com auxílio dos professores nós fazemos o adubo para usar na horta e no jardim”, explica a educadora.

 

Os três contêineres para coleta seletiva do Programa Palmas Coleta já estão instalados ao lado da Escola Monteiro Lobato e qualquer pessoa pode depositar seu lixo, devidamente separado de acordo com as categorias “Metal”, “Plástico” e “Papel” nos vasilhames.

 

“A participação dos alunos é muito importante, eles mudam suas práticas e incentivam outros membros da família a mudar também. São como multiplicadores de ações que impactam positivamente no meio ambiente. Nosso objetivo é fechar o ano com 40 pontos de coleta ativos”, explica a engenheira ambiental, Roseani Camargo.

 

“Orientamos também para que ao selecionar o tipo de lixo o morador faça uma limpeza prévia, para evitar que o lixo seja contaminado e acabe contaminando outros já depositados nos contêineres. Essa limpeza também vai evitar que os materiais causem algum tipo de ferimentos, que produzam mau-cheiro/contaminação ou tragam outros tipos de prejuízos aos catadores que irão coletar o material”, destaca a engenheira ambiental da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA).

 

Coleta Palmas

 

O Programa Coleta Palmas é resultado de um longo estudo sobre a gestão de resíduos no Município e se concretizou como uma ação da Fundação Municipal de Meio Ambiente em parceria com as secretarias municipais da Educação, Infraestrutura e Serviços Públicos, Energias Renováveis, Desenvolvimento Econômico, Comunicação, Fundação Municipal de Esportes e Lazer, Fundação de Juventude.

 

A iniciativa conta com a parceria de entidades que desenvolvem atividades de reciclagem e coleta de lixo como a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis do Tocantins (Cooperan), Associação de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis da Região Centro-Norte de Palmas (Ascampa) e Associação Tocantinense de Empresas Transportadoras de Entulhos, Reciclagem (Asteter) e afins.

 

A coleta e destinação final dos resíduos do Coleta Palmas serão feitas pelas empresas de tira-entulho, em parceria com a Asteter. Esse material será destinado à Associação de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis da Região Centro-Norte de Palmas (Ascampa) e à Cooperam. Serão respeitadas as rotas já existentes para não gerar custos excedentes aos catadores.

 

 

 

Revisão e postagem: Iara Cruz