Prefeitura de Palmas amplia atendimentos com instalação de nova torre do Samu e da GMP

Secretaria Municipal da Saúde

Autor: Semus | Publicado em 07 de junho de 2022 às 17:56

Obra que abriga os equipamentos foi feita pela Secretaria da Infraestrutura e Serviços Públicos com recursos do Tesouro Municipal

Para aprimorar os atendimentos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), a Prefeitura de Palmas conta com uma nova torre de comunicação. Orçado em R$137.760,15, o espaço que abriga os equipamentos foi edificado pela Secretaria da Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp) com recursos do Tesouro Municipal.

Localizada na Serra do Lajeado, o equipamento vai auxiliar o Samu no atendimento às vítimas em um raio de 100 quilômetros, possibilitando a comunicação via rádio com equipes de Miranorte, Paraíso do Tocantins e Lajeado. “Com nova torre de comunicação, atendemos o anseio do Samu com o objetivo de prestar um melhor atendimento para a população, principalmente nas regiões mais afastadas”, afirma o secretário municipal da  Saúde, Thiago Marconi.

No que diz respeito ao Samu, a nova instalação também vai possibilitar a comunicação da central de regulação com os profissionais de saúde dentro das ambulâncias em tempo real, o monitoramento total das ambulâncias via GPS.“A instalação dessa torre é uma conquista para o Samu, que vai aprimorar ainda mais o tempo de resposta à população”, avalia Nilson Magno Borges Santiago, responsável técnico pelos equipamentos do Samu.

 

Guarda Metropolitana
O equipamento também aperfeiçoa o trabalho da GMP, que passa a contar com maior amplitude de comunicação via rádio nas viaturas, bem como o monitoramento por câmeras feito na Capital. O inspetor Marcelo Pereira Lima, superintendente da Guarda Metropolitana, avalia que a torre representa o aperfeiçoamento da comunicação via rádio. “A comunicação  é fato essencial e preponderante para termos sucesso nas nossas atividades, nossas operações e no nosso serviço rotineiro. É um ganho para a segurança pública e para a sociedade”, afirma.