Prefeitura de Palmas leva Mais Saúde com vacinação contra a Covid-19 para Feira da 304 Sul

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 19 de outubro de 2021 às 18:58

Ação acontece durante toda a semana e beneficia feirantes e população em geral que poderão se imunizar por demanda espontânea

Possibilitar mais pontos de vacinação para a população palmense é uma das metas do projeto ‘Mais Saúde’, ação da Prefeitura de Palmas, iniciada nesta terça-feira, 19, que levou a imunização contra a Covid-19 para a Feira Coberta da 304 Sul, e continuará nas demais feiras da Capital durante toda a semana por demanda espontânea, isto é, sem a necessidade de agendamento.

A população de Palmas poderá receber, nestes novos pontos, a imunização contra a Covid-19, onde estão sendo ofertadas a primeira e segunda doses, bem como a de reforço.

A feirante Simara Pires de Almeida, de 38 anos, que tem uma rotina de trabalho bastante corrida, aproveitou a atividade para tomar a primeira dose contra a Covid-19. “A gente que trabalha em feira muitas vezes não tem tempo para comparecer nas unidades e essa ação hoje me possibilitou tomar a vacina”, disse.

Outra pessoa que tomou a primeira dose foi o funcionário público Bruno Henrique Alves Mota, de 22 anos, que deixou para tomar a vacina contra a Covid-19 só agora. “Eu estava passando por provas de aptidão física quando a vacina foi liberada para a minha faixa etária e aproveitei essa oportunidade de hoje para vacinar”, afirmou. A imunização continua no local até as 22 horas.

 

Agenda

Nesta quarta, 20, o público poderá ser atendido na Feira da 503 Norte;  na quinta, 21, segue na Feira da 1106 Sul. E na sexta-feira, 22, os profissionais voltam a atender na 304 Sul, sendo todas no horário das 16 às 22 horas. Para finalizar a imunização nas feiras, a equipe atende na do Aureny I, no domingo, 24, no horário diferente das demais, das 8 às 12 horas.

A diretora de Vigilância em Saúde de Palmas, Marêssa Ribeiro, lembra que para receber a imunização a pessoa deve comparecer ao local portando o cartão de vacina e um documento pessoal. “Mobilizamos nossos profissionais para atender nas feiras visando ampliar a oferta da vacina para aqueles que ainda não puderam se deslocar até uma Unidade de Saúde da Família”,  reforçou a diretora.