Prefeitura e Sebrae validam o Plano de Turismo de Palmas na segunda audiência pública

Autor: Malena Mota | Publicado em 18 de junho de 2020 às 15:32

O Plano foi apresentado na plataforma digital Youtube e Facebook

A audiência, que teve como foco a apresentação e validação dos resultados obtidos durante o processo de elaboração do diagnóstico turístico do Município de Palmas, e resultou no Plano de Desenvolvimento do Turismo de Palmas, elaborado pela Prefeitura da Capital, por meio da Agência Municipal de Turismo (Agtur), e o Sebrae Tocantins, dentro do Projeto de Estruturação Turística de Taquaruçu, foi realizada de forma totalmente digital. O evento aconteceu nesta quarta-feira, 17, nas redes do Facebook e Youtube das duas instituições.


Durante o evento, a representante da empresa contratada para elaboração do plano, Lumini Soluções em Turismo, Vanessa Leal apresentou o diagnóstico final do plano, com as análises de diagnóstico de oferta somado a diretrizes estratégicas para o fomento ao setor, obtidos por meio de oficinas, análises documentais, e entrevistas com representantes do poder público e trade turístico.


Para Vanessa Leal, o documento foi realizado com foco no planejamento estratégico, um mergulho no destino para elaborar um plano que representasse a cidade. “É um instrumento de convergência, um marco inicial que aponta que Palmas tem uma grande relevância no turismo de negócios, mas que precisa reforças o direcionamento estratégico para promover o turismo fora da Capital”, disse a consultora.


A diretora técnica do Sebrae, Eliana Castro, reforçou a importância desse plano estratégico para os pequenos negócios. “Não se faz turismo apenas por vocação e nem tão pouco por intuição. O plano se faz necessário para que existam políticas públicas de desenvolvimento voltadas em benefício dos pequenos negócios que fazem parte do trade turístico. Esse documento norteará as ações e estratégias das instituições para o desenvolvimento do turismo em nossa Capital. Não estamos falando apenas de um simples documento feito por alguns, e sim de um documento criado, pensado e planejado pelas instituições públicas e privadas e, principalmente, pelos pequenos negócios do trade”, destacou.


A presidente da Agtur, Mila Jaber, ressaltou a importância da conclusão do plano, que segundo ela, será um instrumento importante de planejamento para orientar o crescimento do setor de turismo na Capital. “O Plano é um documento extremamente rico em informações, atingindo cem por cento os eixos que compõe o turismo, e agora com esse instrumento em mãos, contando com a colaboração de todos os atores envolvidos, vamos a partir de agora, usar esse instrumento e fazer acontecer, esse é sem dúvida um marco para o turismo de Palmas ”, ressaltou Mila.


O Plano


O Plano de Desenvolvimento Territorial do Turismo é um instrumento de planejamento, que tem o objetivo de orientar o crescimento do setor em Palmas, estabelecendo as bases para a definição de ações, as prioridades e a tomada de decisão. É um documento técnico de gestão, coordenação e condução das decisões da política turística e de apoio ao setor privado, de modo a direcionar os investimentos e melhorar a capacidade empresarial e o acesso ao mercado.


A construção do documento aconteceu de forma participativa com os atores da cadeia de turismo de Palmas, e validado pelo Conselho Municipal de Turismo. Além do planejamento participativo, os demais princípios metodológicos que nortearam o trabalho foram: planejamento estratégico voltado ao mercado turístico, desenvolvimento sustentável e planejamento integrado.


Participaram da construção do plano os representantes de entidades do trade turístico, do setor público, iniciativa privada e terceiro setor, havendo um equilíbrio entre as forças envolvidas na atividade turística, a fim de elaborar o documento técnico e eficiente.


A audiência ficará disponível nas redes sociais da Prefeitura Municipal de Palmas, Agência Municipal de Turismo (Agtur) e Sebrae – Tocantins, e em breve o documento será disponibilizado no site da Prefeitura de Palmas.