Principais agravos atendidos na UPA Sul são abordados durante formação prática para residentes em Saúde Coletiva

Fundação Escola de Saúde Pública

Autor: Redação Semus | Publicado em 12 de agosto de 2019 às 12:07

A formação prática no âmbito da UPA Norte será de 26 a 30 de agosto

Durante esta semana, os residentes em Saúde Coletiva e os profissionais que atuam na Unidade de Pronto Atendimento Sul (UPA Sul) participam de uma formação sobre os principais agravos de notificação. Com estudo de casos sobre atendimentos realizados na rede municipal de saúde, os profissionais sanam dúvidas com o objetivo de melhorar o atendimento aos usuários.

 

Leishmaniose, acidentes com animais peçonhentos, acidentes domésticos, doenças como dengue, febre amarela, e até violência doméstica, são algumas das situações analisadas.

 

“Vale muito a experiência associada à prática. A gente coloca o que aprende na teoria, trazendo para a realidade, com esses profissionais que já estão aqui no serviço. A gente traz casos que já aconteceram ou que possam vir acontecer, e aí eles vão colocando algum campo que tenham dúvida ou algo adverso que pode acontecer, observações e sugestões”, destaca o médico veterinário e residente, Pedro de Almeida Rezende.

 

De acordo com o coordenador de Enfermagem da UPA Sul, Sérgio Brito Reginaldo, a formação se dá em serviço, com os profissionais que estiverem no plantão, sem prejuízo ao atendimento. “O ganho com essa formação não tem nem como mensurar, porque a qualidade que espera alcançar com todo esse trabalho é bem significativa. A gente acaba diminuindo essas dúvidas com objetivo de alcançar qualidade da assistência e do serviço. A população só tem a ganhar e nós profissionais também com o processo de aprendizado contínuo”, completou o coordenador.

 

A formação prática na UPA Sul segue durante a semana, nos períodos da manhã e da noite. Já na semana de 26 a 30 de agosto, a formação acontecerá nos períodos matutino e noturno na UPA Norte. O programa de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva é ofertado pela Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp).


Revisão e postagem: Iara Cruz