Procon divulga pesquisa de preço de material de construção e variação chega a 109% entre estabelecimentos

Procon Palmas

Autor: Wédila Jácome | Publicado em 27 de agosto de 2021 às 18:12

Dez lojas foram visitadas para avaliação dos seis principais itens adquiridos pelos consumidores

O Procon Municipal de Palmas realizou uma pesquisa de preços em dez lojas de materiais de construção para informar aos consumidores palmenses os preços e as variações entre os estabelecimentos. A areia grossa foi o produto com maior variação, chegando a até 109% de variação de um estabelecimento para outro. O saco de cimento de 50 quilos teve menor variação de preço, com diferença máxima de 18%.

A pesquisa foi realizada de 18 a 20 de agosto em estabelecimentos de diversas regiões da cidade. Os itens pesquisados foram areia fina, areia grossa, cimento, seixo britado, tijolo pequeno e tijolo grande. O consumidor palmense pode encontrar o metro cúbico da areia fina de R$ 70 a R$ 109, uma variação de 71%; e da areia grossa de R$ 70 a R$ 149, a maior variação apresentada pela pesquisa, com 109%. Com 43% de variação, o metro cúbico do seixo britado fica com o terceiro lugar de maior diferença de preço, e pode ser encontrado no valor de R$ 130 a R$ 186.

O saco de cimento de 50 quilos teve a menor variação, de R$ 33 a R$ 39, entre os estabelecimentos, o que representa 18%. O milheiro de tijolo pequeno pode ser encontrado em Palmas de R$ 800 a R$ 1.135, uma diferença de 42% no preço, e o milheiro do tijolo grande de R$ 1.125 a R$ 1.460, diferença de 30%. As informações completas podem ser conferidas clicando aqui.

A recomendação da Superintendente do Procon Municipal de Palmas, Aline Dias, é para que o consumidor, além de sempre pesquisar o preço mais acessível, compare o preço com a qualidade no atendimento e na prestação do serviço. “Vale lembrar que os preços apresentados na pesquisa podem variar de acordo com a escolha de entrega domiciliar ou retirada no local”.