Procon Municipal de Palmas divulga pesquisa de preços de medicamentos genéricos na Capital

Procon Palmas

Autor: Redação/ Edição: Lorena Karlla | Publicado em 27 de maio de 2021 às 17:04

Medicamento indicado para o tratamento da hipertensão apresentou variação de preço 933,55% de um estabelecimento para o outro

A diferença de preços dos medicamentos genéricos pode chegar a 933,65% nas farmácias e drogarias visitadas pelas equipes de fiscalização do Procon Municipal de Palmas. O dado é resultado do levantamento realizado entre os dias 17 e 19 de maio, em oito estabelecimentos da Capital.

Foram pesquisados 33 medicamentos de uso contínuo, que, como o próprio nome sugere, são aqueles que devem ser utilizados continuamente durante o tempo em que durar o tratamento prescrito pelo médico. Entre os mais vendidos estão os remédios para hipertensão, diabetes e também os anti-inflamatórios, antibióticos e antidepressivos.

Entre os medicamentos, o que apresentou a maior variação de preços foi o captropil de 25mg, contendo 30 cápsulas, indicado para o tratamento da hipertensão. O medicamento apresentou uma diferença de preço de 933,55% entre as farmácias visitadas. O produto foi encontrado pelo maior preço de R$ 10,75 e pelo menor de R$ 1,04. Outro medicamento que apresentou uma grande diferença de preços foi a dipirona sódica, 500 mg/ml – 10 gotas, o produto foi encontrado pelo maior preço de R$ 6,00 e pelo menor de R$ 1,15 o que representa uma diferença de 421,74% de um estabelecimento para outro.

Já o medicamento Cloridrato de Fluoxetina, 20 mg, contendo 30 cápsulas, apresentou uma diferença de preço de R$ 28,00 entre os diversos estabelecimentos visitados. O produto foi encontrado pelo maior preço de R$ 35,00 e pelo menor de R$ 7,00, o que representa uma variação de 400%. O medicamento Omeprazol 20 mg/ 20 cápsulas também apresentou uma grande variação de preços. O produto foi encontrado pelo maior preço de R$ 14,60 e pelo menor de R$ 3,00, uma diferença de R$ 11,60.

De acordo com a superintendente do Procon Municipal de Palmas, Aline Dias, a recomendação é que as pessoas prestem atenção ao adquirir medicamentos genéricos. "O consumidor deve estar atento, pois está ocorrendo uma grande diferença de preços nos medicamentos vendidos que contém o mesmo principio ativo na fórmula, inclusive pode ocorrer até do medicamento genérico ser mais caro que os medicamentos de marca de referência”, destacou.

A pesquisa completa está disponível Aqui