Profissionais do Samu e idosos começam a ser imunizados para a Covid-19

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 20 de janeiro de 2021 às 20:56

Vacinação segue a primeira etapa estabelecida pelo Ministério da Saúde

Foi iniciada nesta quarta-feira, 20, a imunização dos profissionais que atuam na linha de frente do combate a Covid-19 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e os idosos residentes de Instituições de Longa Permanência (ILPI) da Capital. 

O enfermeiro socorrista do Samu Marcos Moreira Rocha foi o primeiro vacinado da unidade e conta que com a chegada da vacina reforçará o trabalho na unidade. “A sensação é de agradecimento. Agradecimento a todos os profissionais do Samu que estão atuando sempre, mesmo com as dificuldades da situação de pandemia, atendendo com amor e dedicação à toda a população, e agora, mais firmes com a vacina”, disse.

Para a técnica em enfermagem e vacinadora Ângela Rodrigues Aires a vacinação é um importante progresso para a rede municipal. “Estar aqui aplicando essa vacinação é emocionante, não só para mim, mas acredito que para todos esses profissionais que estão aqui na linha de frente”, explicou a servidora. 

A vacinadora ainda explica que a primeira etapa estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) preconiza os profissionais da linha de frente que atuam na saúde e os idosos que vivem em instituições de longa permanência. “Com a primeira etapa de vacinação para o público alvo é importante lembrar a toda a população que se atente às medidas de contenção do coronavírus, como distanciamento social, uso de máscara e álcool em gel. Essas medidas precisam ser respeitadas, mesmo com o início da vacinação”, reforçou ela. 

Dentro de 21 dias, está previsto o repasse de outras 3.331 doses da vacina, correspondentes à segunda aplicação do imunizante contra Covid-19, respeitando o intervalo de 28 dias recomendado entre a primeira e a segunda aplicação.