Projeto Interação inicia atividades com apresentações de dança no CEU Morada do Sol II

Fundação Municipal da Juventude de Palmas

Autor: Deni Rocha | Publicado em 18 de maio de 2022 às 16:18

Exibição da Cia Juvenil e do grupo Sombras do Hip Hop inauguram ação da FJP

A Cia Juvenil de Dança da Escola de Tempo Integral Eurídice de Mello e o grupo de dança Sombras do Hip Hop inauguram o Projeto Interação, da Fundação da Juventude de Palmas (FJP), nesta quinta-feira, 19, às 19 horas, na sede do Centro de Cultura e Esporte Unificado (CEU), localizado no setor Morada do Sol II.

Segundo o presidente da FJP, Nélio Lopes, o Projeto Interação tem o objetivo de promover a inclusão social dos jovens através das mais variadas formas de artes, com a realização de  espetáculos e oficinas nos setores descentralizados de Palmas. “Vamos  ao encontro da juventude no local onde eles residem,  a fim de fomentar a aproximação da gestão com os jovens de diferentes bairros da nossa capital, visando contribuir para o desenvolvimento das políticas públicas de juventude”, disse, lembrando que esta é a primeira edição de um projeto que percorrerá toda a cidade. “Esse é o começo de um projeto que através da arte vai falar com a juventude sobre direitos, deveres, cultura e oportunidades”, completa.

Lopes disse ainda que as próximas edições devem ocorrer no mês de junho, uma no setor Santo Amaro e outra em Taquaruçu, com oficinas de Grafite, além dos espetáculos de dança.


Apresentações

Na primeira edição do projeto Interação sobem ao palco  a Cia Juvenil de Dança da Escola de Tempo Integral Eurídice de Mello e o grupo de dança Sombras do Hip Hop. A primeira apresentará um espetáculo baseado na lenda chinesa Akai Ito, que segundo os produtores, acredita que as pessoas nascem ligadas, por um fio vermelho, àquelas que farão diferença em suas vidas, não importa o quanto este fio esteja emaranhado, essas pessoas irão se encontrar. Já o  grupo de dança de rua Sombras do Hip Hop, fundado em 2001, busca, através de suas coreografias, mostrar como é possível transformar a vida dos jovens através da dança.