Projeto social promove capacitações a moradores de unidades habitacionais entregues pelo Município

Secretaria de Habitação

Autor: Wédila Jácome | Publicado em 21 de setembro de 2021 às 08:37

São oferecidos 67 cursos profissionalizantes, além de palestras e seminários; contemplados já saem aptos para o mercado

Para a moradora do Residencial Javaé Maria José Dias de Jesus, de 39 anos, o curso de manicure chegou em um momento de muita necessidade. “Lá em casa só meu filho está trabalhando e já não consigo mais trabalhar como diarista na casa dos outros no mesmo ritmo de antes. Com essa capacitação vou poder mudar de profissão”, disse a moradora durante o curso profissionalizante nesta segunda, 20, no residencial localizado no setor Janaína.

O curso de manicure, assim como outros 66 cursos profissionalizantes, 32 palestras, 71 campanhas educativas e dez seminários, faz parte do trabalho técnico social desenvolvido pela Secretaria de Habitação no pós entrada de 17 empreendimentos, contemplando ao todo 180 ações e que atenderá 21.709 pessoas.

Assim como para a beneficiada Maria José, o curso também trouxe esperanças para outras 16 mulheres dos empreendimentos Kraô, Karajás e Javaé que na próxima semana já sairão da capacitação com certificados de aptas a trabalharem como manicure profissional, podendo começar um negócio próprio em casa ou trabalhar de forma terceirizada para salões de beleza.

“Sempre tive vontade de aprender a fazer as unhas das pessoas, mas nunca tive oportunidade. Agora estou confiante para iniciar meu próprio negócio em casa”, conta Maria Vitória Cirilo de Almeida, de 19 anos, que até o momento não teve um trabalho formal. Moradora do setor Janaína há sete anos, Vitória mora na casa entregue pela Prefeitura de Palmas com mais cinco familiares e apenas duas pessoas têm renda. “Quero ajudar minha família”, complementa.

Aos 16 anos, Ana Vitória dos Santos Gomes encontrou no curso de manicure uma oportunidade para ter uma profissão e gerar sua própria renda. “Lá em casa somos seis, e só meu padrasto tem carteira assinada e meu irmão trabalha às vezes de diária".

Apoio técnico

Além da parte teórica e prática, as alunas do curso de manicure recebem um kit para que ao fim das aulas estejam prontas para gerar renda. “Saindo daqui, essas alunas estarão prontas para o mercado de trabalho, tanto para trabalharem em salão como por conta própria, e já com o material básico necessário”, enfatizou a instrutora Viviane Pereira Silva, manicure há mais de 30 anos.

Cursos

Dentre os cursos ofertados para os empreendimentos Krahô, Karajás e Javaé  estão: Manicure e pedicure profissional, com 160h; Confecção de pano de prato e tapetes – Patchwork, com 40h; Maquiador profissional, com 160h; Pedreiro de acabamento, também com 160h; Mecânico de ar condicionado tipo janela Split, com 160h e Pintor de obras, com 160h. Além disse, há capacitação também por meio de palestras sobre segurança e prevenção de acidentes, destinada a 120 participantes.