Reflexão sobre o modo de ver e administrar a vida é tema de encerramento do 1º Ciclo de Palestras e Oficinas do IVM

Instituto 20 de Maio de Ensino, Ciência e Tecnologia

Autor: Redação IVM | Publicado em 28 de junho de 2019 às 18:04

Evento iniciou no dia 24 de junho tendo como público alvo, servidores municipais e população em geral

Assim como um veículo, a vida precisa ser conhecida para que a pessoa saiba pilotar bem e escolher com inteligência o destino onde quer chegar. Esse foi o foco da palestra ‘Gestão inteligente da vida’, ministrada pelo biólogo Adriano Parrião, nesta sexta-feira, 28, encerrando a programação do 1º Ciclo de Palestras e Oficinas do Instituto 20 de Maio de Ensino, Ciência e Tecnologia (IVM).

 

 

Durante a palestra, Parrião fez uma comparação da vida humana com as diferentes fases da borboleta (ovo, larva, pupa e borboleta adulta), enfatizando a da pupa, que onde as transformações ocorrem. “É uma fase de introspecção onde o indivíduo se percebe e ele percebe a necessidade de se tornar alguém melhor e alçar voo, como a borboleta”, destacou. Segundo o palestrante, chega um momento da vida que a pessoa precisa traçar o seu destino, e nessa hora deve pegar apenas o necessário e se livrar das coisas desnecessárias, momento em que interpretou o personagem Indiana Jones.

 

 

Sobre essa parte palestra, a professora de inglês Lígia Félix, que participou do evento, disse o palestrante trouxe para as pessoas um modo de enxergar a vida em que se pode reverter muitas situações. “Ao analisar o contexto que você está carregando de bagagem negativa, pode transformar isso em algo positivo e dar um up na vida”, disse, complementando que, com isso, viu que não deve carregar fardos do passado, nem ficar ansiosa pelo futuro, mas deixar as coisas acontecerem naturalmente, porque tudo tem seu momento certo.