Retrospectiva 2021: Palmas tem grandes conquistas na área ambiental

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Georgethe Pinheiro | Publicado em 22 de dezembro de 2021 às 10:30

Capital conseguiu reduzir a área atingida pelas queimadas em 70% este ano, em comparação com o ano passado, conforme dados do PrevIncêndio

O ano de 2021 foi de aprendizados e conquistas, e deixa como legado o poder da resiliência frente às dificuldades. E uma das lições mais importantes foi o enfrentamento às queimadas, que conseguiu minimizar os prejuízos causados pelo fogo nas áreas urbana e rural de Palmas. Em comparação a 2020, Palmas conseguiu reduzir a área atingida pelo fogo em 70%, conforme dados do relatório do Comitê Municipal de Prevenção, Controle e Combate aos Incêndios Florestais e Urbano de Palmas (PrevIncêndio).

A área atingida este ano foi de 10.096,51 hectares (ha), contra 32.857,14 ha queimados em 2020. O PrevIncêndio atendeu 96 ocorrências neste ano, com 20 brigadistas. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou 44 focos de calor em Palmas em 2021, enquanto, em 2020, foram 81 focos.

A campanha deste ano usou como mote para sensibilização o risco de agravamento de doenças respiratórias, em alusão à crise sanitária provocada pelo novo Coronavírus (Covid-19). Dessa forma, teve participação efetiva no trabalho de prevenção a Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Pós-queimada

Ainda em 2021, o PrevIncêndio deu início, de forma inédita, ao trabalho pós-queimadas, visando à recuperação das áreas atingidas pelo fogo. A ação está sendo executada pela equipe de brigadistas e consiste no reflorestamento dos locais degradados, tanto na zona urbana, quanto rural.

O PrevIncêndio é presidido pela Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) e conta com a participação da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), por meio da Defesa Civil e Guarda Metropolitana Ambiental, Organização Não Governamental Água Doce, Secretaria Municipal de Saúde (Semus), BRK Ambiental, Energisa, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder), Agência Municipal de Turismo (Agtur), Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Secretaria Municipal de Infraestrutura e Segurança Pública (Seisp), sociedade civil organizada, dentre outros.

Doação e plantio de mudas

Para a preservação da flora nativa de Palmas, a Fundação de Meio Ambiente mantém, em sua rotina, um vasto programa de plantio e reflorestamento de áreas, tanto na zona urbana, quanto rural, que inclui doação de mudas e plantio direto. Neste ano, a FMA doou 6.900 mudas e executou diretamente o plantio de cerca de mil novas árvores, dentro do Programa ‘MudaClima’.

Outras ações

Também, em 2021, a Fundação de Meio Ambiente inaugurou um novo ecoponto de coleta de óleo usado, na Praça dos Girassóis, assinou o Pacto pela Sustentabilidade no Tocantins, iniciou Programa de Monitoramento de Corpos Hídricos de Palmas e passou a utilizar drones em suas ações de monitoramento e fiscalização.