Saúde de Palmas dá início ao levantamento rápido de índices para Aedes aegypti

Secretaria Municipal da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 07 de dezembro de 2023 às 13:36

Processo de coleta teve início nesta quarta, 6, e visa obter informações detalhadas sobre a infestação do mosquito

A Secretaria Municipal da Saúde (Semus) de Palmas deu início nesta quarta-feira, 6, ao Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) na cidade. O processo de coleta de dados ocorre a partir desta quarta-feira, 6, com os agentes de endemias da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ). A expectativa é que os dados sejam divulgados e consolidados até a próxima quarta-feira, 13.

A iniciativa visa obter informações detalhadas sobre a infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. O LIRAa é um levantamento entomológico que visa obter indicadores dos níveis de infestação do vetor bem como os percentuais dos criadouros do mosquito. 

A coordenadora de Controle Vetorial da UVCZ, Lara Betânia Melo Pires Araújo, destacou a importância do LIRAa e explicou alguns detalhes do levantamento. Ela mencionou que o levantamento é realizado de forma amostral, devido à impossibilidade de visitar todos os mais de 130 mil imóveis cadastrados na cidade. A metodologia adotada sorteia uma porcentagem dos imóveis em cada uma das 13 grandes áreas da cidade para inspeção.

“É relevante notar que pontos estratégicos, locais propícios para a proliferação do mosquito, ficam excluídos da contagem, para evitar tendenciosidade nos resultados. A estratégia visa garantir a representatividade dos dados coletados”, explica ela.

Lara ressaltou que a cidade de Palmas é dividida em áreas, chamadas estratos, e que a escolha dos imóveis a serem inspecionados segue uma metodologia específica. Cada área tem entre 8 mil e 12 mil imóveis.