Secretaria de Desenvolvimento Social entrega 34 computadores para gestores da Saúde e Educação em Palmas

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Eliene Campelo | Publicado em 18 de abril de 2020 às 16:23

Equipamentos serão usados para acompanhamento das condicionalidades do Programa Bolsa Família

Nessa última sexta-feira, 17, a Secretaria de Desenvolvimento Social de Palmas (Sedes), realizou a entrega de 34 computadores para as secretarias municipais da Saúde (Semus) e da Educação (Semed) para acompanhamento das condicionalidades do Programa Bolsa Família, uma vez que as condicionalidades do programa são trabalhadas de forma intersetorial. Os equipamentos foram adquiridos com recursos do Governo Federal por Palmas ter atingido as metas do Índice de Gestão Descentralizada do Bolsa Família (IGDBF).

 

 

“Os computadores irão atender na Educação o acompanhamento da frequência escolar e na Saúde o acompanhamento de pesagem, medidas, vacinação e pré-natal de gestantes”, explicou a secretária da Sedes, Simone Sandri, acrescentando que, “hoje Palmas conta com mais de 12 mil famílias cadastradas no programa federal”.

 

 

Dos 34 computadores entregues, 32 foram destinados às unidades de Saúde. “É uma grande aquisição, pois hoje Palmas tem um público obrigatório de aproximadamente 32 mil pessoas atendidas, entre mulheres em idade fértil, gestantes e crianças de 00 a 07 anos. Esses computadores irão auxiliar nossas equipes a informar com mais celeridade esses dados para o Governo Federal”, destacou o secretário municipal da Saúde, Daniel Borini Zemuner.

 

 

Na Educação, a superintendente de Gestão Escolar, Rosângela Ribeiro, informou que o reforço nos equipamentos para a equipe que atua no Bolsa Família é muito bem-vindo. “Palmas conta com mais de 15 mil alunos cadastrados no programa que devem ser acompanhados na frequência escolar em diversas instituições de ensino, não apenas nas municipais. Temos alunos em escolas Estaduais, da rede privada, Centros de Educação Infantil e também no Instituto Federal do Tocantins (IFTO)”. concluiu.

 

 

Para entender melhor esse quantitativo de alunos a Coordenadora do Programa Bolsa Família na Educação, Walderez Theixeira de Carvalho, explica que os alunos são divididos pelo índice de frequência. “Temos hoje na Frequência de 85%, 11.845 alunos de 6 a 15 anos; com 75% de frequência, 1.904 alunos de 16 a 17 anos e os 2.396 alunos do programa Brasil Carinhoso que são os beneficiários com idade de 0 a 4 anos, totalizando então 15.145 estudantes. Em 2019, a condicionalidade da Educação atingiu 99.38% da frequência informada com isso, Palmas ficou em 2º lugar no Brasil, entre as capitais”, frisou Walderez.