Secretaria Municipal da Saúde presta homenagem a servidoras e colaboradoras

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 06 de março de 2020 às 09:50

Em 1975 a Organização das Nações Unidas (ONU), intitulou a data 08 de março como o Dia Internacional da Mulher

No próximo domingo, 08 de março, é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Com o objetivo de dar visibilidade às personalidades femininas a Secretaria Municipal da Saúde (Semus) apresenta no decorrer do mês histórias de vida e superação de mulheres como a dona Valdete de Sousa Teixeira, 72, que trabalha na cantina da Secretaria desde fevereiro de 2004.

 

Aposentada como lavradora desde os 55 anos, a Dona Valdete esclarece que não consegue ficar parada, além de vender almoço na Secretaria, ela ainda também trabalha em casa. “Cuido das minhas plantinhas, couve, coentro, cheiro verde, pé de limão, goiaba e muitos outros. Trabalho de domingo a domingo. Moro sozinha, quer dizer, eu e Deus”, afirma.

 

Dona Valdete começou cedo no batente da vida no Estado de Minas Gerais (MG). “Trabalhei na roça até os 55 anos porque era o meio de vida onde tirávamos sustento da família. Meus pais me levavam para roça junto com mais cinco irmãos porque não tinham com quem deixar para cuidar, eu tinha três anos quando comecei a trabalhar arrancando matinho no canto das pedras”, lembra.

 

Ela também recorda da vontade de estudar e de ter esbarrado diante das dificuldades que a vida impôs. ”Eu quis estudar e aos oito anos minha mãe passou a ensinar em casa, mas quando meu pai descobriu, eu apanhei. Depois minha mãe me mandou para um colégio de freira onde passei um ano e fiz até a segunda série, porém meu pai me tirou de lá. Meu ex-marido, 81, também não teve a oportunidade de estudar, ele só sabe assinar o nome.”, lamenta.

 

Valdete conta que já trabalhou em muitas coisas, além da roça para ter sua independência. ”Lavei roupa para os outros e em quiosque fazendo sanduíche na chapa. Meu pai falava que tem que trabalhar, quem não trabalhar não come. Tenho nove filhos, três mulheres e seis homens.” comenta.

 

“As pessoas me chamam de patrimônio da Secretaria. Se chegar gente aqui sem dinheiro come e no dia que tiver paga, é meu jeito de ser, temos que olhar pelo ser humano porque um dia pode ser ele outro pode ser eu, então meu lema é fazer o bem e não olhar a quem.” conclui Dona Valdete.

 

Dia Internacional da Mulher

 

Em 1975 a Organização das Nações Unidas (ONU), intitulou a data 08 de março como o Dia Internacional da Mulher para homenagear as conquistas históricas de políticas e sociais das mulheres. Em muitos casos a data é associada à ideia de que mulheres necessitam ser presenteadas, mas a origem da mensura está atrelada a luta por meio de atos da manifestação das mulheres no século XX que trabalhavam em fábricas e reivindicavam condições de trabalho nos Estados Unidos da América (EUA) e alguns países europeus.