Sedes assina termo de cooperação com a Capitania Fluvial Araguaia-Tocantins e outros parceiros

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Redação Sedes | Publicado em 31 de maio de 2019 às 18:28

O convênio assinado prevê atribuições específicas para cada parceiro do programa


Visando a operacionalização do Programa Forças no Esporte (Profesp) para alunos regularmente matriculados na rede pública e frequentando o ensino fundamental, foi assinado um termo de cooperação entre a Marinha do Brasil – Capitania Fluvial Araguaia-Tocantins (CFAT) e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes), Sociedade Amigos da Marinha do Estado do Tocantins (SOAMAR-TO) e parceiros, na manhã desta sexta-feira, 31, na sede da Capitania. A cerimônia também marcou o início das atividades do Programa, na Capital.

 


O convênio assinado prevê atribuições específicas para cada parceiro do programa, cuja atuação deve contribuir com a realização de inscrição de alunos, recolhimento de autorização por parte dos pais ou responsáveis legais, realização de triagem e exames médicos, além de acompanhamento dos integrantes do programa.

 


Está a cargo da Sedes indicar equipe multidisciplinar, a qual deve ser comporta por, no mínimo, um Assistente Social e um Psicólogo, os quais atuarão no monitoramento de eventuais casos de abuso doméstico, maus tratos e outros tipos de crimes praticado contra crianças e adolescentes. Como medidas protetivas, serão ofertadas palestras e orientações pedagógicas, além de acompanhamento individualizado, se necessário.

 


De acordo com o Capitão de Fragatas Cláudio Alberto Teixeira Ramos que também é Capitão dos Portos Araguaia-Tocantins, o projeto do Ministério da Defesa, que conta com apoio das Forças Armadas, tem como propósito atender alunos da rede pública, principalmente os que passam por vulnerabilidade social. Segundo o Alberto Teixeira, “é importante que a Marinha participe desse projeto, tendo em vista que o próprio slogan da Força é proteger as nossas riquezas cuidando de nossa gente, dessa forma a presença da Capitania Araguaia-Tocantins, além da oportunidade de praticar o esporte, contribui com mais uma atividade socioeducativa que certamente passará valores peculiares da Marinha que vão contribuir muito para a formação dos cidadãos”, ressaltou.

 



Para a secretária Valquíria Rezende, “a participação da Sedes nesse importante convênio garante, aos envolvidos, o acesso a políticas sociais que garantem a dignidade de nossas crianças e adolescentes. Estamos felizes em poder contribuir com mais este programa do governo federal, por meio da nossa Capitania Araguaia-Tocantins”, pontuou.

 



Programa Forças no Esporte

 



O Programa Forças no Esporte (Profesp) é destinado ao atendimento de crianças e jovens de ambos os sexos, a partir de 6 até os 18 anos de idade, em situação de vulnerabilidade social. O PJP, extensão do Profesp, é destinado ao atendimento de pessoas com deficiência de ambos os sexos, priorizando crianças e jovens, a partir dos seis (seis) anos de idade, também em situação de vulnerabilidade social.

 

Edição e postagem: Lorena Karlla