Sedes capacita servidores da Proteção Social Especial para trabalhar media e alta complexidade

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Redação Sedes | Publicado em 02 de maio de 2019 às 18:15

O curso está sendo realizado no auditório do Instituto Vinte de Maio


Qualificar os profissionais da rede socioassistencial e aprimorar a atuação dos que compõem a equipe de proteção social especial, por meio de capacitações é um dos objetivos dos cursos de capacitação que estão sendo ofertados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes). Nessa quinta-feira, 02, iniciou mais uma etapa, desta vez sobre ‘a proteção social especial e as violações de direitos’. O curso está sendo realizado no auditório do Instituto Vinte de Maio.

 

De acordo com a Diretoria de Políticas de Proteção Social Especial, o curso é voltado para o atendimento às pessoas em situação de violência e trabalha temáticas como: violência e tipos de violências, dados epidemiológicos, grupos e pessoas vulneráveis, aspectos jurídicos proteção criança e adolescentes, mulher e idoso, além de atendimento multiprofissional, atendimento aos homens autores de violência; fluxo é território, rede de proteção social à pessoa em situação de violência e abordagem sobre educação permanente e continuada. Todas as temáticas foram levantadas e sugeridas pelos próprios servidores, conforme manifestação dos mesmos aos dirigentes da pasta.

 

Todos os cursos têm duração de 40h/a e as próximas etapas de capacitação serão para os cursos de: 1 - Fundamentos da Proteção Social Especial de Média Complexidade: Legislação, Estratégias de Atuação, Execução Financeira dos Recursos; 2 - Fundamentos da Proteção Social Especial de Alta Complexidade: Legislação, Estratégias de Atuação, Execução Financeira dos Recursos; 3 - Programa de Erradicação do Trabalho Infantil-PETI e o Sistema Único de Assistência Social- SUAS, ações estratégicas, trabalho intersetorial e desafios.

 

A secretária Valquíria Rezende destaca que “a Secretaria do Desenvolvimento Social tem a obrigação de atender com qualidade todos os usuários do sistema socioassistencial, maior público da instituição. E é com esse intuito que não medimos esforços para qualificar nossos profissionais, para que estes ofereçam o melhor atendimento a quem necessita dos nossos serviços. Esta é a nossa principal missão”, pontua.

 

A Sedes ofertou 40 vagas, sendo estas preenchidas em sua totalidade por servidores da pasta, cujo intuito é aprimorar, capacitar, fornecer instrumentação ético, jurídico-política, teórico-metodológica e técnico-operacional, bem como discutir propostas de ações, compreender a atuação dos profissionais que compõem a equipe da proteção social especial de média e alta complexidade, além de mostrar a relevância na qualificação profissional. Outra meta da capacitação é a prática da boa convivência, o respeito, a interdisciplinaridade e o conhecimento para que cada servidor possa desenvolver um trabalho de qualidade.

 

A primeira etapa foi realizada nos dias 25 e 26 de abril e teve como tema de estudo a Proteção Social especial e as violações de direitos, o qual trabalhou as temáticas sobre Violência física, psicológica e negligência; Violência sexual: abuso e/ou exploração sexual; entre outras.