Sehab faz capacitação com moradores do Residencial Leblon e assina TAC sobre unidades habitacionais

Secretaria de Habitação

Autor: Redação Secom | Publicado em 19 de junho de 2019 às 17:48

Intenção é garantir que não haja desvio da finalidade original das unidades residenciais


O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado na tarde desta quarta-feira, 19, na ETI Almirante Tamandaré, entre os moradores do Residencial Leblon e a Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) em que os beneficiários se comprometem a usar as unidades residenciais apenas para sua finalidade original.

 

Entre as obrigações assumidas destacam-se o compromisso de não vender, alugar ou ceder o imóvel por parte dos moradores, sob pena de perder o direito ao benefício. A intenção, segundo a secretária executiva da Sehab, Sabrina Vieira Machado, é evitar práticas como comercialização do imóvel de forma irregular, que prejudicam os programas públicos de habitação popular.

 

A presidente da Associação de Moradores do Condomínio Leblon, Gilcileide Lira Torres, 38 anos, considera que o compromisso assumido entre Município e beneficiários é importante para garantir a ordem e segurança no empreendimento. "Tudo o que assinamos hoje nesta tarde foi acordado por cada um de nós, em assembleia. Depois ninguém pode alegar que não conhecia as regras", diz Gilcileide.

 

Além da assinatura do TAC, os moradores do Residencial Leblon também puderam ainda se reiterar sobre a constituição da Associação de Moradores e ainda conhecerem sobre o sistema de segurança de acesso ao condomínio, operado remotamente.

 

Brigada de Incêndio

 

Outra atividade realizada na tarde desta quarta-feira foi um curso de brigadista, oferecido gratuitamente aos moradores do Residencial Leblon pela Prefeitura de Palmas. A capacitação foi ministrada pelo subtenente do Corpo de Bombeiros Rogério Sousa.

 

O guarda Romilton Silva, 38 anos, disse que este tipo de treinamento é essencial para a segurança do condomínio. "Em situações de urgência a gente vai estar habilitado para os procedimentos iniciais, até que o socorro, como Samu ou Corpo de Bombeiros chegue", conclui.

 

A secretária executiva Sabrina Machado Vieira disse que estes são os procedimentos finais que antecedem a entrega das chaves das unidades habitacionais aos futuros moradores do condomínio. "A prefeita Cinthia Ribeiro já antecipou que pretende entregar os apartamentos até o próximo mês de agosto", disse Sabrina. Ao todo, são 120 famílias contempladas no empreendimento.

 

 

 

Edição e postagem: Lorena Karlla