Semus mobiliza moradores da Arno 42 para combater o Aedes aegypti

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 31 de janeiro de 2019 às 17:22

A ação acontece nesta sexta e sábado, 1º e 02, em frente ao Quartetto da região Norte


O Grupo Condutor de Arboviroses juntamente com o Centro de Saúde da Comunidade da Arno 42, e em parceria com o Supermercado Quartetto, realizam nesta sexta e sábado, 1º e 02 de fevereiro, uma ação de conscientização junto aos moradores da região com distribuição de panfletos e orientações por meio de carro de som do estabelecimento. Nesta sexta, a ação acontece a partir das 8 horas e no sábado a partir das 7 horas, sempre em frente ao Quartetto na Arno 42.

 


De acordo com a servidora Francisca Paz, que coordena a ação, o objetivo é sensibilizar a população a manter os quintais limpos. “Os focos encontrados na região Norte são em domicílios ocupados e não em terrenos baldios. Por isso, a gente precisa que a população se envolva, mantendo seu quintal limpo, verificando sempre se tem algum recipiente que pode acumular água, para não dar lugar ao mosquito que transmite doenças como dengue cujo número de notificações está bem alto na nossa cidade”, explica Francisca, lembrando que essa é uma ação complementar aos mutirões e aplicação de fumacê realizados pela Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses da Capital (UVCZ).

 


A ação contará com a participação de profissionais que atuam no Grupo Condutor, dos agentes comunitários de saúde que trabalham na quadra.

 

 

Dados

 

 

De acordo com o último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, só nas três primeiras semanas de janeiro foram notificados 1.316 casos de dengue, número bem superior ao mesmo período do ano passado quando o número de notificações foi de 145. Desse total, de 1.316 notificações, 62 casos foram confirmados.

 


Quanto aos casos de Chikungunya, nas três primeiras semanas de 2019 foram 180 notificações e nenhum caso confirmado. Já os casos de Zika, nas três primeiras semanas de 2019 foram 312 notificações e nenhum confirmado.

 

 

 

Edição e postagem: Lorena Karlla