Servidor apresentará em evento internacional livro elaborado a partir de curso ministrado no IVM

Instituto 20 de Maio de Ensino, Ciência e Tecnologia

Autor: Redação IVM | Publicado em 19 de agosto de 2019 às 08:55

João Marques participará da Conferência Internacional sobre Meio Ambiente e Resíduos Sólidos que acontecerá no Peru, de 31 de agosto a 03 de setembro

 

'O que faço com meu lixo? Resíduos sólidos - da geração à destinação final' é o nome do livro de autoria do servidor público municipal João Marques que será apresentado na Conferência Internacional sobre Meio Ambiente e Resíduos Sólidos: Novos Desafios na América Latina, que acontecerá de 31 de agosto a 03 de setembro próximo, em Lima, no Peru, onde também falará sobre o projeto, execução, operação e monitoramento do Aterro Sanitário de Palmas. A publicação foi elaborada a partir do curso de 'Impacto Ambiental e Gerenciamento de Resíduos Sólidos', ministrado por ele em 2017, no Instituto 20 de Maio de Ensino, Ciência e Tecnologia (IVM), enquanto instrutor da Escola de Governo de Palmas (EGP).

 

Segundo Marques, que é engenheiro civil e lixólogo, responsável técnico pelo Aterro Sanitário de Palmas, a ideia de escrever o livro surgiu quando preparava a apostila para ser trabalhada em sala de aula com os servidores alunos do curso, e se deparou com a escassez de material didático que trata sobre o assunto.

 

Diante deste fato, ele conta que resolveu elaborar o livro, tendo como mote a educação. A publicação, que será lançada em setembro, em Palmas, durante a Semana Oficial da Engenharia e Agronomia, conta com 320 páginas e oito capítulos. Entre os temas abordados estão: história da limpeza e curiosidades sobre nomenclaturas, limpeza pública com base na legislação vigente, reciclagem, lógica reversa, compostagem e suas experiências profissionais no Aterro Sanitário de Palmas.

 

Mesmo antes de ser lançado oficialmente como livro, o material, que está disponível em e-book, já é utilizado como instrumento de pesquisa por alunos de graduação e pós-graduação de instituições nacionais e internacionais.


O servidor lembra que, ao participar do evento que deverá contar com a participação de cerca de 500 pessoas, estará divulgando não só o livro, mas também a cidade de Palmas, a Prefeitura e o IVM.

 

O material já havia sido apresentado antes, na forma de e-book, no I Congresso Internacional de Engenharia Ambiental Sustentável, que foi realizado no ano passado, no Paraguai.

 

Realização

 

Marques disse sentir-se realizado com a oportunidade. “O IVM é uma instituição que precisa ser valorizada. Ninguém ganha time se seus jogadores não estiverem treinados”, destacou, enfatizando que a qualificação é fundamental nesse processo. “Às vezes, as pessoas não têm essa visão da importância disso, e só mais na frente vão entender quão importante é a qualificação.”

 

Para o servidor, o Município não deve abrir mão de capacitar seus funcionários, pois foi assim que fizeram países que se desenvolveram, a exemplo da Coreia do Sul, Noruega e Japão. “O conhecimento é como luz, só tem valor se for dissipado”, disse, completando que sente amor pelo que faz e que pretende continuar atuando como instrutor do IVM/EGP, multiplicando seus conhecimentos e experiências.

 

João Marques é lixólogo - pós-graduado em Saneamento Ambiental pela Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), mestre e doutor em Ciências de la Educación - Universidad Autônoma de Asunción - UAA. Possui mais três livros publicados: ‘Mercosul e os serviços temporários’ (Confea); ‘Quanto custa um técnico, da Nova República aos dias atuais’; e ‘A importância da orientação vocacional na formação do técnico’ (Kelps), além  de vários artigos publicados em jornais e revistas.

 

 

Edição e postagem: Iara Cruz