Sistema de agendamento para vacinação contra Covid-19 é lançado na programação do Aniversário de Palmas

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 21 de maio de 2021 às 11:54

Plataforma vai ajudar para um melhor planejamento e organização da imunização na rede de saúde da Capital

Aos 32 anos da Capital, em meio à pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Palmas lança nesta sexta-feira, 21, o Sistema de agendamento para vacinação contra a Covid-19 para pessoas a partir de 18 anos que integram os grupos prioritários especificados no Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (conforme a lista abaixo). A Secretaria da Saúde (Semus) reforça que só serão vacinadas as pessoas que atenderem às orientações/critérios definidos. Tais recomendações estão disponíveis na página inicial do sistema, bem como em todo material divulgado nos canais oficiais da Prefeitura de Palmas e da Semus. O cadastro está disponível no link do site Vacina Já.


O Sistema vai ajudar no melhor planejamento e organização da imunização para Covid-19 na rede de saúde da Capital. De acordo com o secretário de Saúde (Semus), Thiago Marconi, com a implantação do sistema, as pessoas poderão comparecer no dia e local especificado. "O agendamento permitirá maior organização e comodidade para o usuário, já que ele terá um horário específico para ser atendido. Será uma espécie de atendimento individualizado ideal, principalmente, para os que possuem mobilidade reduzida ou alguma patologia mais séria", destacou Marconi.


“É importante reforçar que Palmas continuará seguindo todas as recomendações do Ministério da Saúde, que é de imunizar inicialmente os quatro primeiros grupos prioritários”, observa o secretário.


O secretário reforça que as novas medidas adotadas são para dar mais transparência ao processo de vacinação, sendo acompanhado, inclusive, pelos órgãos de controle. “No momento do cadastro, a pessoa declara estar ciente do processo e responsável pelas informações prestadas, e que deverão ser necessariamente comprovadas no ato da vacinação”, esclarece o gestor.



O Sistema

Esta primeira semana, o Sistema estará em fase de homologação e possíveis ajustes. Por isso, o serviço será disponibilizado apenas em quatro Unidades de Saúde da Família (USFs): da Arno 44 (409 Norte); da Arso 111 (1.103 Sul); Francisco Júnior, na Arso 41 (403 Sul); e José Hermes, no Setor Sul, atendendo assim, todas as regiões da cidade.

 

Após esta etapa, o Sistema será ampliado para todos os demais pontos de vacinação para Covid da Rede. A Semus destaca que o cronograma da semana segue normalmente nos locais previamente divulgados e que os demais pontos de vacinação podem ser acessados pela demanda espontânea, como já vem sendo realizada. Nesse sábado, 22, já teremos usuários agendados em três das quatro unidades, exceto na USF da Arno 44 (409 Norte).


O coordenador do Núcleo de Tecnologia em Saúde (NUT), Álvaro Prestes, conta que o Sistema já vinha sendo desenvolvido por uma equipe de especialistas desde o mês passado, e que agora será disponibilizado como forma de integrar as informações da população da Capital, com dados integrados às suas Unidades de Saúde de referência.


Como agendar

O agendamento é rápido, fácil e pode ser feito pelo celular mesmo, lembrando que a agenda é aberta semanalmente de acordo com a disponibilidade de doses do Município, e o usuário pode definir qual ele precisa receber, primeira ou segunda, de acordo sua necessidade. Para realizar o cadastro, a pessoa deve acessar o link, e informar o nome completo, CPF, data de nascimento, endereço e telefone para contato.

 

É fundamental preencher os dados com as informações corretas e verdadeiras para que a imunização aconteça de forma correta e no tempo previsto. Importante destacar que o usuário deve comparecer munido de toda a documentação pessoal especialmente documentação comprobatória de seu grupo.

 

Para comorbidades ou deficiências permanentes, original e cópia; exame de gravidez ou Cartão de Gestante para as grávidas e Declarações de Nascido Vivo ou Natimorto para as puérperas até 45 dias após o parto, ambas com alguma patologia comprovada.


A diretora de Vigilância em Saúde de Palmas, Marta Malheiros, lembra que a imunização seguirá o calendário já adotado pela Rede com base no PNI. Caso a pessoa não se encaixe na fase em vigência da vacinação, a pessoa deve acompanhar os canais oficiais da Prefeitura e da Semus para agendar no momento oportuno. “Conforme as vacinas forem chegando em Palmas, os grupos prioritários poderão agendar para receber o imunizante”, orienta a diretora.