Terceira etapa de testes de Covid-19 e pesquisa do Ibope começam neste domingo, 21, em Palmas

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 20 de junho de 2020 às 10:30

Serão 25 bairros analisados pelo Instituto; Semus oferece apoio operacional

Começa neste domingo, 21, a terceira onda da pesquisa e testagem por amostragem para mapear a Covid-19 feita pelo Instituto Brasileiro de Opinião e Estatística (Ibope). O trabalho desta etapa percorrerá novamente por 25 bairros de Norte a Sul da Capital e 250 pessoas serão testadas e entrevistadas. A previsão é que a pesquisa ocorra até a próxima terça-feira, 23, podendo ser prorrogada por mais dias, caso a meta não seja atingida.

 

No Tocantins, as cidades escolhidas para participar da rodada de testagens são Palmas, Araguaína e Gurupi. A empresa responsável por aplicar as entrevistas e, ao mesmo tempo testar a população, é a Sirius Pesquisa, da Bahia, terceirizada pelo Ibope.

 

Em Palmas, nove entrevistadores, uma técnica em enfermagem e uma enfermeira fazem parte da equipe que visitará a população palmense. A equipe foi testada para detectar coronavírus e estão saudáveis. Para realizar a pesquisa, todos usarão Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) necessários para a realização dos testes em domicílio.

 

Conforme o Ibope, o trabalho ocorre com a visita nas casas. No entanto, é realizado um sorteio eletrônico para saber qual residência e qual morador, de um desses 25 bairros, será escolhido para a testagem. O exame só acontece com a permissão do morador, que assinará um Termo de Consentimento e terá uma gota de sangue da ponta do dedo coletada, que será analisada em poucos minutos. Não há idade para o teste, neste caso, pode ser testado desde um bebê até o idoso. Mas em menores, o procedimento só ocorrerá com a autorização do responsável.

 

De acordo com o Ibope, o exame dura em média 15 minutos para gerar o resultado. No momento em que aguarda pelo diagnóstico, o morador é convidado a responder um questionário para informar o estado de saúde que se encontra. Caso o morador tenha o resultado positivo, todo o núcleo da família será testado. A Secretaria de Saúde de Palmas (Semus), por meio da Vigilância Epidemiológica acompanhará os casos positivos.

 

A pesquisa tem o apoio logístico da Semus, que disponibilizou cinco veículos para que os entrevistadores pudessem chegar às quadras da Capital.

 

O estudo é uma iniciativa do Ministério da Saúde realizada pelo Ibope, sob a coordenação da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). O objetivo é atingir a meta de 99.700 pessoas, que devem ser testadas em todo País. A amostragem está sendo realizada em 133 municípios brasileiros. O foco da pesquisa é avaliar a evolução e a incidência do vírus, observando seu comportamento e traçar novas diretrizes, protocolos e combate ao novo coronavírus.