Trabalhadoras do SUS de Palmas celebram a força da mulher

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 11 de março de 2019 às 11:18

 

Um dia para relembrar as lutas, a ascensão no mercado de trabalho e o dinamismo da mulher. Foi assim que dezenas de trabalhadoras do Sistema Único de Saúde (SUS) de Palmas celebraram o Dia Internacional da Mulher, comemorado na última sexta, 08. Com o auditório cheio de mulheres de várias profissões e tipos de personalidades, mas todas com uma coisa em comum, a dedicação diária em cuidar e servir ao próximo, a tarde dedicada a elas começou com as orientações da coach master Samara Avelar, sobre como ter foco em seus projetos de vida.

 

 

Na sequência, elas ouviram da coach e enfermeira Maria Amélia Souza dicas para o autoconhecimento e de beleza. Maria Amélia explicou que ser elegante não se relaciona apenas com a forma como vestimos, pois grande parte do que classifica uma pessoa como elegante vem do modo como ela se comporta no mundo e lida com os outros. “É importante saber também que a elegância no vestir (e agir!) não se dá somente em looks formais ou festivos. Escolhas elegantes podem ser feitas em todas as ocasiões, quando você aprende a respeitar e aproveitar seu próprio estilo pessoal, fazendo com que a moda trabalhe a seu favor e não contra você”, orientou a coach.

 

 

Em uma breve fala, o secretário de Saúde Daniel Borini, disse da sua satisfação em trabalhar com tantas mulheres fortes, dedicadas e grandes profissionais. “Eu sempre tive muita sorte, pois desde que comecei a trabalhar na Saúde em Palmas estive rodeado de profissionais mulheres, que com muita competência, conduziam o trabalho com presteza, sabedoria e muito profissionalismo”, lembrou o gestor agradecendo o empenho de todas.

 

 

Seguindo a programação, um animado desfile foi promovido. Na passarela da Semus, mulheres consideradas rainhas do lar, atletas, provedoras, vaidosas, descoladas, religiosas, delicadas, guerreiras entre outras foram representadas pelas colegas da Saúde no decorrer das apresentações.

 

 

Vestida de mulher maravilha, a servidora Edinelma Lima, viúva e mãe de dois filhos, contagiou a todos os presentes no evento. Sorridente, segura e empoderada, Edinelma transmitiu aos que a acompanhavam durante o seu desfile que apesar das dificuldades da vida é preciso tirar do fundo da alma uma super mulher. “Me senti homenageada e representando a maioria das mulheres da atualidade. Somos mães, somos provedoras, fazemos jornada dupla, muitas vezes tripla, buscamos a felicidade e realização pessoal e profissional”, falou Edinelma, lembrando ainda que em seu caso particular, tem uma missão dupla a cumprir, sou pai e mãe há nove anos e tenho tido a felicidade de criar bem os meus filhos e encaminhá-los em suas escolhas.