Usuários e profissionais da Assistência Social discutem políticas públicas da área durante a X Conferência Municipal Democrática

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Eliene Campelo | Publicado em 12 de setembro de 2019 às 14:55

Evento acontece no Parque do Idoso e definirá delegados que participarão da XII Conferência Estadual Democrática Popular de Assistência Social


Dezenas de usuários do Sistema Único de Assistência Social e profissionais que atuam na área estão reunidos nesta quinta-feira, 12, para realização da X Conferência Municipal Democrática de Assistência Social, no Parque Municipal da Pessoa Idosa Francisco Xavier de Oliveira, em Palmas. As conferências de Assistência Social são instâncias máximas de deliberação da política de assistência social, nos níveis municipais, estaduais e federal e é neste espaço que são definidas as demandas e apontados os pontos positivos e negativos das políticas sociais vigentes.

 


Durante todo o dia dezenas de usuários e profissionais do Sistema Único de Assistência Social (Suas) irão debater sobre os três eixos temáticos da conferência em 2019: Eixo 1 - Assistência Social como Direito do Povo; Eixo 2 - Financiamento Público e, Eixo 3 - Participação Social. Após os debates serão definidas nove propostas para cada eixo sendo, três para o município, três para o Estado e três para a União.

 


“A Assistência Social é um dos eixos do trabalho diretamente vinculado à comunidade e por isso tem uma força muito especial. A conferência municipal é um espaço onde todos os atores sociais irão colocar publicamente quais são os seus limites, quais são as suas dificuldades e o que o poder público deve saber na hora de preparar o orçamento municipal tendo estas demandas como um norte”, destacou a secretária de Desenvolvimento Social, Valquíria Rezende, acrescentando a importância de ouvir os usuários, “estamos aqui para ouvir os usuários e também os trabalhadores da área e assim, buscar aplicar bem os recursos públicos, de uma forma que consigamos atender a comunidade e dar continuidade aos processos de aprimoramento do nosso atendimento”.

 


A presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (Cmas), Érika Rodrigues Lustosa, agradeceu a presença de todos participantes e disse da importância de se debater as políticas públicas para a área social. “É preciso defender o Suas e garantir a ampliação do atendimento. Em Palmas temos grandes avanços na área social, mas queremos garantir que os avanços continuem e vamos contribuir com a gestão mostrando onde estamos indo bem e onde é preciso investir mais”, frisou.

 

 

O presidente do Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas), Amilson Rodrigues, trouxe as preocupações levantadas pelos usuários ao longo de 2019 e destacou que a discussão é ampla e engloba a sociedade como um todo. “A Assistência Social não é apenas o Cras ou a casa do idoso. As políticas sociais não atendem apenas os pobres, nem somente para os idosos, a Assistência Social é para todos. A grande maioria dos usuários dos serviços sociais é composta por jovens e crianças, mães, ou seja, a família em sua totalidade. Estamos aqui para defender e assegurar o direito de todos os cidadãos de receber serviço social de qualidade”, disse Amilson.


 

Durante a tarde os participantes irão finalizar os debates dos eixos e eleger os delegados que participarão da Conferência Estadual de Assistência Social. Também serão eleitas as propostas a ser levadas para a XII Conferência Estadual Democrática Popular de Assistência Social.

 

 





Edição e postagem: Lorena Karlla