Vídeos produzidos durante curso de Inclusão Digital são exibidos pelo Programa Viver: Envelhecimento Ativo e Saudável

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Eliene Campelo/ Edição: Lorena Karlla | Publicado em 04 de fevereiro de 2021 às 20:56

40 idosos participam do curso ministrado por meio de parceria com o Centro Universitário Católica do Tocantins (UniCatólica)

Técnicos dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Palmas participaram de uma reunião virtual na tarde desta quinta-feira, 04, com integrantes do  curso de informática do ‘Programa Viver: Envelhecimento Ativo e Saudável’, que é ofertado no Parque da Pessoa Idosa Francisco Xavier de Oliveira. Na ocasião, foram apresentados os trabalhos e vídeos produzidos para os idosos atendidos nos  Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos durante o curso de Inclusão Digital.


Implantado em 2020 pela Prefeitura de Palmas, em parceria com o Centro Universitário Católica do Tocantins (UniCatólica), o curso de Inclusão Digital é realizado por meio do aplicativo  whatsapp e conta atualmente com 40 pessoas idosas inscritas.


“É uma forma de integrá-los e incluí-los no uso das novas tecnologias, no curso eles aprendem novas ferramentas, produzem vídeos, estão em contato com idosos de outras regiões e estão em constante troca de aprendizagens”, conta a coordenadora do ‘Programa Viver: Envelhecimento Ativo e Saudável’, Simone Fontenelle.


Todos os cursos ministrados por meio do programa são realizados por meio de parcerias com instituições de ensino ou empresas (públicas ou privadas). “Com a pandemia de Covid-19 iniciamos o curso de Inclusão Digital em parceria com o Centro Universitário Católica do Tocantins (UniCatólica) e os Cras de Palmas. A boa notícia é que temos obtido ótimos resultados e uma boa participação dos idosos nesta primeira etapa”, conclui Fontenelle.


A secretária executiva  da Sedes, Simone Sandri falou sobre a importância desse curso para os idosos. “É mais uma ferramenta de aproximação com os idosos neste momento de pandemia, sabemos que ainda há desafios mas, esse curso já nos ajuda a estarmos conectados com eles e mantê-los ativos e em contato”, disse a gestora.


Além dos técnicos que atuam nos grupos Convivência e Fortalecimento de Vínculos dos sete Cras de Palmas e da secretária Executiva da Sedes, Simone Sandri, participaram da reunião a professora de Engenharia de Software da UniCatólica, Stéphany Moraes Martins e o professor de Empreendedorismo e Marketing da FACIP (PE), Luiz Ferreira de Oliveira Júnior.


Programa ‘Viver: Envelhecimento Ativo e Saudável’


O programa ‘Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável’ foi implantado em mais de 30 municípios brasileiros pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) em 2019. Em Palmas, o programa conta com um laboratório de informática com 10 computadores, 10 webcams, uma impressora e um projetor de imagem.


Os equipamentos são utilizados com a finalidade de contribuir para a inclusão tecnológica da pessoa idosa, facilitando o acesso aos serviços e atendimentos virtuais, acesso a cursos na modalidade de Educação à Distância (EaD) e outras atividades do programa ‘Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável’.