05/07/2019 às 10h02

Conselho do Desenvolvimento Urbano e Habitação aprova alterações do Código de Posturas

imageTambém foram aprovadas as modificações do Código de Obras

Também foram aprovadas as modificações do Código de Obras

Fotógrafo: Edu Fortes

Fechar
imagePróxima reunião do Conselho acontece no dia 1 de agosto para deliberarem sobre as propostas para a nova Lei de Parcelamento do Solo

Próxima reunião do Conselho acontece no dia 1 de agosto para deliberarem sobre as propostas para a nova Lei de Parcelamento do Solo

Fotógrafo: Edu Fortes

Fechar

Deni Rocha

O novo Plano Diretor aprovado em 2018 requer que o Código de Posturas, Código de Obras e a Lei de Parcelamento do Solo sejam alterados para se adequarem ao novo Plano, com isso a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais (Sedusr) aprovou, na tarde desta quinta-feira, 04, por meio do Conselho de Desenvolvimento Urbano e Habitação (CMDUH), as modificações do Código de Posturas do Município, cumprindo parte do processo legal exigido pela legislação específica do Ministério das Cidades.

 

No último dia 06 de junho, pelo mesmo processo e seguindo as mesmas normas, foram aprovadas as alterações do Código de Obras da Capital, propostas pela Comissão Técnica e endossada pelo Conselho.

 

A próxima reunião do Conselho acontece no dia 1 de agosto para deliberarem sobre as propostas para a nova Lei de Parcelamento do Solo, passando pelo mesmo rito das anteriores.

 

Finalizado esse processo de aprovação no Conselho, os dois Códigos e a Lei passarão pela Procuradoria Geral do Município e Casa Civil para os trâmites legais e em seguida as minutas serão apreciadas em Audiência Pública para discussão. Em seguida, os projetos são encaminhados à Câmara Municipal de Palmas para votação e, se aprovado, devolvido ao executivo municipal para ser sancionado.

 

De acordo com o secretário executivo da Sedusr, João William Solim, a Revisão do Plano Diretor, que é obrigatória para municípios com mais de 20 mil habitantes, orienta o crescimento da cidade pelos próximos 10 anos. Além disso, explica Solim, a lei dá diretrizes para atualização de outras leis importantes, como o Código de Posturas, Código de Obras e a Lei de Parcelamento do Solo.


Solim ressalta que e equipe técnica e o conselho estão trabalhando nos três Códigos do Município por força da Lei Nº 400/2018, que estabelece o planejamento territorial, respeitando e garantindo a participação popular. “Toda cidade é dinâmica, é viva, Palmas não é mais a mesma de 1990, ganhou corpo algumas necessidades vão aparecendo e o Poder Público precisa dirimir essas dificuldades, que a cidade, como organismo vivo enfrenta e impõe sobre o Poder Público”, disse, acrescentando que a Lei de Parcelamento do Solo é de 1994, o Código de Obras de 1990, tendo sofrido alteração em 2014 e o Código de Posturas de 1992. “Como era a cidade nessa época? Como ela é hoje? Há a necessidade de atualizá-las por essa razão e também pelo cumprimento legal!”, pontuou.

 

 

Procedimento

 

Com relação ao procedimento, a pasta explica que o processo iniciou com estudo técnico realizado pela comissão de servidores especializados da própria secretaria e em seguida apreciado e aprovado pelo Conselho que é formado por diversos órgãos da Prefeitura Municipal de Palmas e sociedade civil organizada formada pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Tocantins (Crea), entre outros.

 

Portal do Contribuinte

Aqui você encontra os serviços on-line disponibilizados pela prefeitura.

Nota Quente

Programa de incentivo à emissão de notas fiscais gerando crédito para concorrer a prêmios.

Utilidade pública

Este espaço facilita o acesso do cidadão aos serviços prestados pelo município.

Servidor

Canal destinado à assuntos dedicados ao servidor público municipal.

Concursos

Canal destinado à concursos realizados pela Prefeitura de Palmas.

Turista

Conheça Palmas. Seus pontos turísticos, sua diversidade e eventos você encontra aqui.

PROJETOS E AÇÕES

+ PROJETOS E AÇÕES