11/11/2017 às 15h33

II Seminário do Plano Diretor discute paisagem urbana e desenvolvimento econômico

imageArquiteta e urbanista Vanessa Mitt reforçou a importância da arborização urbana e a criação de áreas verdes nas quadras

Arquiteta e urbanista Vanessa Mitt reforçou a importância da arborização urbana e a criação de áreas verdes nas quadras

Fotógrafo: Divulgação

Fechar
imagePresidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano de Palmas (IMPUP), Ephim Shluger, também esteve presente

Presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano de Palmas (IMPUP), Ephim Shluger, também esteve presente

Fotógrafo: Divulgação

Fechar

Samara Martins


O amplo debate sobre o desenvolvimento urbano de Palmas teve continuidade neste sábado, 11, no II Seminário Estratégias e Instrumentos do  Plano Diretor de Palmas (PD). O evento, iniciado na sexta-feira, 10, faz parte da etapa final de revisão do Plano Diretor da Capital e teve como finalidade discutir com a sociedade quais são as estratégias que serão propostas na nova Lei. Os temas discutidos foram paisagem urbana, ordenamento territorial e desenvolvimento econômico e governança política.

 

 

Eixo transversal, a paisagem urbana é uma das novidades no debate do Plano Diretor de 2017. Trata-se de discutir o planejamento da paisagem da cidade levando em conta a preservação da sua beleza cênica, bem como a promoção do convívio social e do melhor uso do que a cidade oferece, como praças e parques. Assim, a paisagem urbana traz desde a requalificação de equipamentos públicos, como praças e parques, bem como a necessidade da abertura das quadras para as avenidas, e a definição do gabarito (altura) dos prédios conforme as regiões de localização destes, de forma que não cubram a visualização da paisagem natural da cidade.

 

Nesse sentido, a proposta da revisão do PD é estabelecer as alturas máximas dos  prédios  para que se valorize tanto a vista da  Serra de Lajeado, quanto do Lago de Palmas, que fazem parte da beleza cênica da Capital.  Outra proposta é a regulamentação da abertura  dos lotes que ficam às margens das LO´s para  as avenidas, a exemplo do que já ocorre na Arse 21. “A abertura da quadra para a avenida deu uma nova vida na localidade, promovendo a circulação de pessoas  em uma área em que não havia movimento”,  disse a arquiteta e urbanista Vanessa Mitt, ao afirmar que o movimento ajuda a  aumentar a sensação de segurança no local.

 

 

Outras questões apontadas pela urbanista foram a arborização urbana e a criação de áreas verdes nas quadras “que não sejam somente aproveitamento de áreas não loteadas. É preciso que sejam áreas verdes que possam ser vividas, com um uso real”, disse.

 

 

O Seminário discutiu ainda as estratégias para o desenvolvimento econômico,  dentro das potencialidades de Palmas no segmento logístico, em razão do transporte multimodal,  que une o aeroporto, ferrovia e rodovias, do segmento de turismo,   e também de saúde, dentre outros.

 

 

Revisão do Plano Diretor

 

 

 

Em processo final, a Revisão do Plano Diretor, iniciada em 2015,  contará ainda com a realização de um fórum, nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, quando será discutida a minuta do projeto de lei; e  uma Audiência Pública no dia 2 de dezembro, para aprovação do projeto de lei que será enviado à Câmara Municipal.

Portal do Contribuinte

Aqui você encontra os serviços on-line disponibilizados pela prefeitura.

Nota Quente

Programa de incentivo à emissão de notas fiscais gerando crédito para concorrer a prêmios.

Utilidade pública

Este espaço facilita o acesso do cidadão aos serviços prestados pelo município.

Servidor

Canal destinado à assuntos dedicados ao servidor público municipal.

Concursos

Canal destinado à concursos realizados pela Prefeitura de Palmas.

Turista

Conheça Palmas. Seus pontos turísticos, sua diversidade e eventos você encontra aqui.

PROJETOS E AÇÕES

+ PROJETOS E AÇÕES