02/05/2019 às 15h24

Estande da Prefeitura na Agrotins vai gerar 240 kWh por mês de energia limpa

imageA Unidade demonstrativa da energia  fotovoltaica  também está instalada na sede do Ipup

A Unidade demonstrativa da energia fotovoltaica também está instalada na sede do Ipup

Fotógrafo: Divulgação

Fechar

Deni Rocha


O estande da Secretaria Municipal Extraordinária de Assuntos Estratégicos, Captação de Recursos e Energias Sustentáveis instalado na Feira Agropecuária do Tocantins 2019 (Agrotins) para produção de energia fotovoltaica para atender as demandas dos tanques de piscicultura da Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder) terá um sistema solar fotovoltaico com potência de 2,01 kWp, integrado por seis módulos fotovoltaicos, que vai gerar em média 240 kWh por mês.

 


Durante a Agrotins haverá também a exibição de vídeos institucionais para demonstração sobre o Programa Palmas Solar, da Prefeitura de Palmas, e seus benefícios, bem como exposição de material ilustrativo com os resultados já atingidos pelo programa.

 


A Cromo Solar, empresa parceira da Prefeitura Municipal responsável pelo projeto e instalação do sistema instalado na Agrotins, destaca que a energia solar deve crescer 44% no Brasil em 2019 com impulso de geração distribuída, e ressalta que esse aumento será ainda maior na cidade de Palmas devido aos incentivos fiscais do Programa Palmas Solar, que oferece isenção de até 80% no IPTU, por cinco anos e no Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) na primeira transferência de imóvel. 60% no Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) e até 25% da outorga onerosa.

 


O proprietário da Cromo Solar, Ramon Rodrigues Rezende, disse que a energia solar apresenta inúmeras vantagens: é uma fonte limpa e inesgotável, possui baixos custos de manutenção, equipamentos com vida útil de mais de 25 anos e utiliza uma fonte gratuita, o sol.

 


Rezende explica que devido à localização do Brasil ser beneficiada com ótima incidência solar e considerando a alta taxa de energia elétrica atual, tem percebido que a energia fotovoltaica se tornou bastante atrativa, tendo potencial para crescer ainda mais e se tornar uma das principais fontes de energia no País.

 


“Um sistema de energia solar para uma residência de consumo médio com quatro pessoas, já incluindo a instalação, projeto, equipamentos e homologação do sistema na concessionária local fica em torno de R$ 23 mil”, disse.

 

 

Atualidade

 

 

O Brasil tem hoje mais de 30 mil usinas geradoras de energia fotovoltaica, como são chamadas essas empresas, escolas e casas que usam energia solar e estão interligadas às redes oficiais de energia.


 

As pequenas indústrias foram um dos primeiros setores a investir na geração própria de energia com luz solar no Brasil. Hoje, vários outros segmentos estão buscando essa autossuficiência.

 

O secretário executivo de Energia Sustentáveis, Jean Ávila Miranda, enfatiza que a presença do sol é constante na Capital durante todo o ano. “Palmas não pode ficar fora do processo de geração de energia limpa”, declarou. (Com informações do portal G1)

outras notícias

Portal do Contribuinte

Aqui você encontra os serviços on-line disponibilizados pela prefeitura.

Nota Quente

Programa de incentivo à emissão de notas fiscais gerando crédito para concorrer a prêmios.

Utilidade pública

Este espaço facilita o acesso do cidadão aos serviços prestados pelo município.

Servidor

Canal destinado à assuntos dedicados ao servidor público municipal.

Concursos

Canal destinado à concursos realizados pela Prefeitura de Palmas.

Turista

Conheça Palmas. Seus pontos turísticos, sua diversidade e eventos você encontra aqui.

PROJETOS E AÇÕES

+ PROJETOS E AÇÕES