11/12/2019 às 18h00

Fundação de Meio Ambiente e Unicatólica assinam Termo de Cooperação para execução de controle populacional de capivaras

image O plano de ação deve ter duração de dois anos, segundo informou Meire Carreira

O plano de ação deve ter duração de dois anos, segundo informou Meire Carreira

Fotógrafo: FMA

Fechar

Georgethe Pinheiro


Para a execução do ‘Programa de Controle Populacional – Castração e Monitoramento – das Capivaras de Palmas’, foi assinado nesta quarta-feira, 11, o Termo de Cooperação Técnica entre a Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) e a Universidade Católica do Tocantins (Unicatólica). A assinatura do documento é resultado de reunião entre a presidente da FMA, Meire Carreira, a diretora de Controle Ambiental, Bruna Almeida e o reitor da Unicatólica, Padre Helenes Oliveira de Lima, o vice-reitor administrativo, Rilu Dani Cosme da Silva, e o professor e médico veterinário, Luís Flávio Botelho.

 

 

O plano de ação deve ter duração de dois anos, segundo informou Meire Carreira.


 

“A parceria com a Unicatólica será de grande relevância, não só pela participação da universidade para operacionalizar as esterilizações, mas também pela expectativa de viabilização de pesquisas na área de manejo das capivaras”, concluiu a presidente da FMA.

 


Depois do processo de castração os animais podem retornar ao habitat natural no dia seguinte, após serem acompanhados pelos técnicos e médicos veterinários que participarem das cirurgias, quando serão verificadas se as condições de saúde estão preservadas.


 

O ‘Plano de Manejo das Capivaras’ foi apresentado no mês de agosto durante o 'I Simpósio sobre Manejo Populacional de Capivaras'. Um dos objetivos deste trabalho é evitar a superpopulação destes animais, que podem se tornar um problema inclusive no compartilhamento do espaço urbano.


 

As castrações obedecem a um rigoroso protocolo que visa evitar o estresse do animal. Os profissionais são habilitados para atuar desde a captura até a soltura do animal, passando pela intervenção cirúrgica.


 

A castração das capivaras foi um dos métodos de controle populacional apontado pelo ‘Plano de Manejo’, com o intuito de que a quantidade de indivíduos não ultrapasse o limite que o Parque Cesamar possa suportar, a fim de que as capivaras e as pessoas possam conviver em harmonia.


 

As capivaras


 

As capivaras são grandes mamíferos, herbívoros, que vivem em grupos próximos a córregos e lagos e, que em Palmas, sofrem pouca ameaça de predadores.


 

Indicadores do crescimento desses grupos, especialmente o grupo instalado no Parque Cesamar,  levantaram questionamentos acerca do ritmo de reprodução desses animais silvestres e questionamentos sobre como garantir que a proximidade dessa espécie com o homem e, especialmente, como realizar a prevenção de problemas ambientais e de saúde pública que podem surgir diante de um crescimento desordenado da população de capivaras.

 

 



Edição: Lorena Karlla 

Portal do Contribuinte

Aqui você encontra os serviços on-line disponibilizados pela prefeitura.

Nota Quente

Programa de incentivo à emissão de notas fiscais gerando crédito para concorrer a prêmios.

Utilidade pública

Este espaço facilita o acesso do cidadão aos serviços prestados pelo município.

Servidor

Canal destinado à assuntos dedicados ao servidor público municipal.

Concursos

Canal destinado à concursos realizados pela Prefeitura de Palmas.

Turista

Conheça Palmas. Seus pontos turísticos, sua diversidade e eventos você encontra aqui.

PROJETOS E AÇÕES

+ PROJETOS E AÇÕES