13/11/2017 às 10h11

Encontro estimula Educação Popular e práticas integrativas para Saúde de Palmas

image

Fotógrafo: Milena Botelho

Fechar
imageParticipantes interagem e trocam experiências

Participantes interagem e trocam experiências

Fotógrafo: Milena Botelho

Fechar
imageConvidados foram recebidos com música ao vivo e apresentações de cordel

Convidados foram recebidos com música ao vivo e apresentações de cordel

Fotógrafo: Milena Botelho

Fechar

Redação Semus

Logo que chegavam ao Parque da Vida Ativa os convidados do IV Encontro de Educação Popular e Práticas Integrativas em Saúde de Palmas, promovido pela Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp), eram recebidos calorosamente pelos organizadores ao som da boa música popular brasileira e recital de cordel e poesias. O dia já dava sinais que seria produtivo e cheio de experiências novas, como notou a professora de teatro da Universidade Federal do Tocantins, Patrícia Sá.

 

A professora Patrícia disse que o encontro é um momento rico, pois reúne pessoas de diferentes seguimentos da cultura e da comunidade. “Aqui teremos a oportunidade de conhecer o olhar e a experiência de cada pessoa presente. Momento de aprender e trocar experiências. Como é bonito envolver a saúde com todas as culturas e saberes”, comenta.

 

Patrícia foi uma entre as dezenas de educadores populares que não perderam a oportunidade de participar e interagir com a programação proposta pelo Encontro. Rodas interativas e conversas, debates, atividades que contemplaram práticas em saúde, produção de mandalas, apresentações e atendimentos e massagens na Tenda Paulo Freire foram algumas das atividades do dia.

 

Durante a abertura do evento, a coordenadora da Fesp, Juliana Bruno, deu boas vindas aos participantes lendo um poema que falava das mudanças que a educação popular proporciona. Juliana lembrou que Educação Popular é uma política nacional recentemente conquistada e que veio para fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS).  “Ela trabalha para resgatar a cultura popular aproximar mais a população do SUS e os trabalhadores, empoderá-los mais. Temos notado que reconhecendo a cultura e as pessoas, elas se aproximam mais dos trabalhadores e dos serviços de saúde”, avalia a coordenadora, acrescentando que ter a população reunida com trabalhadores militantes e controle social é grande conquista para o SUS, pois mostra o envolvimento de todos.

 

A coordenadora da Educação Popular da Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp), a psicóloga Diana Gusmão, o encontro foi um espaço para a troca de experiências, saberes e práticas em educação popular, além de uma oportunidade de articular atores sociais e políticos em prol de ações e projetos que gerem conhecimento acadêmico, saberes e práticas populares. “Muito bom ver a intensa participação e a vontade de fazer diferente de todos que aqui estiveram. E é isso que o movimento popular e as práticas integrativas complementares trazem de positivo e exemplo para a saúde. Queremos unir educadores populares e fomentar os princípios da educação popular por meio do diálogo com todos os segmentos da comunidade para a construção compartilhada do conhecimento popular que possa contribuir em boas práticas para a saúde”, pontuou.

 

As atividades do encontro, que ocorreu durante todo o sábado, 11, foram encerradas com uma animada Festa das Flores, com música ao vivo, piquenique, intervenções artísticas e muita interação.

Portal do Contribuinte

Aqui você encontra os serviços on-line disponibilizados pela prefeitura.

Nota Quente

Programa de incentivo à emissão de notas fiscais gerando crédito para concorrer a prêmios.

Utilidade pública

Este espaço facilita o acesso do cidadão aos serviços prestados pelo município.

Servidor

Canal destinado à assuntos dedicados ao servidor público municipal.

Concursos

Canal destinado à concursos realizados pela Prefeitura de Palmas.

Turista

Conheça Palmas. Seus pontos turísticos, sua diversidade e eventos você encontra aqui.

PROJETOS E AÇÕES

+ PROJETOS E AÇÕES