25/10/2019 às 15h55

Profissionais da saúde de Palmas trazem debate sobre redução de danos em saúde

imageProfissionais especializados na temática relembram a trajetória das ações para a redução de danos em saúde que o Tocantins e a capital do estado implementaram nos últimos anos

Profissionais especializados na temática relembram a trajetória das ações para a redução de danos em saúde que o Tocantins e a capital do estado implementaram nos últimos anos

Fotógrafo: Raíza Milhomem

Fechar
imageAo final do evento, será redigido um documento contendo todos os apontamentos dos debates promovidos no Fórum

Ao final do evento, será redigido um documento contendo todos os apontamentos dos debates promovidos no Fórum

Fotógrafo: Raíza Milhomem

Fechar
imageEvento foi mais uma oportunidade para analisar diretamente o contexto de boas práticas para a redução de danos, além de pensar em estratégias de intervenção, explanou a presidente da Fesp, Jaciela Leopoldi

Evento foi mais uma oportunidade para analisar diretamente o contexto de boas práticas para a redução de danos, além de pensar em estratégias de intervenção, explanou a presidente da Fesp, Jaciela Leopoldi

Fotógrafo: Raíza Milhomem

Fechar

Redação Fesp


Para fortalecer práticas de saúde e dar visibilidade a redução de danos de forma coerente e científica, profissionais da saúde e representantes de várias entidades públicas estão reunidos nesta sexta-feira, 25, no Auditório da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), para o I Fórum Tocantinense de Redução de Danos. O evento está sendo promovido pela Associação Brasileira de Redução de Danos (Aborda), Coletivo Antimanicomial de Palmas (Colapa).

 

Na abertura, profissionais especializados na temática relembram a trajetória das ações para a redução de danos em saúde que o Tocantins e a capital do estado implementaram nos últimos anos. Na mesma ocasião, debateram sobre os problemas, abordaram sobre os fatores envolvidos, clareando para a comunidade acadêmica e à sociedade, os aspectos relevantes relacionados ao tema, como por exemplo, a exclusão social, a falta de acesso aos serviços de saúde, entre outros.

 

Para a presidente da Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp), Jaciela Leopoldino, que participou do Fórum, o evento foi mais uma oportunidade para analisar diretamente o contexto de boas práticas para a redução de danos, além de pensar em estratégias de intervenção, para compreender de fato a problemática dos usuários que são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em situação de maior vulnerabilidade.

 

“De forma bastante respeitosa, buscando a garantia de direitos e garantindo o acesso à saúde básica, por meio do cuidado pelas equipes de saúde, nós como instituição de ensino e pesquisa trabalhamos no dia a dia para aprimorar o campo de trabalho na perspectiva de compreender os fatores desse problema tão complexo”, observa a presidente reforçando que a discussão dos aspectos sociais, sanitários, contextuais e políticos devem ser levados em consideração.

 

A psicóloga Ana Carolina Peixoto, mobilizadora estadual da Associação Brasileira de Redução de Danos (Aborda) explicou que a realização do Fórum neste momento é estratégico, porque reúne um número de pessoas envolvidas na política de saúde mental álcool e drogas, na política de redução de danos para debater esse tema que ainda é tão difícil de ser debatido em vários contextos.

 

“Estamos passando por um momento no contexto nacional de desmonte das políticas públicas de saúde, em especial da política de saúde mental álcool e drogas. Por um sucateamento dessas estratégias, precarização dos serviços já existentes e dificuldade de implementar os serviços ainda por vir. E a redução de danos é colocado em escanteio, e é pregado uma única forma de cuidado absoluto para todas as pessoas. E a redução de danos então vem pensar uma proposta que abarca todos os sujeitos e a todas as singularidades, compreendendo que o processo de cuidado tem que ser construído junto com a pessoa”, relata.

 

As discussões do Fórum continuam no período da tarde com debates que serão pautados na lógica do cuidado, trabalhando as singularidades individuais, os direitos humanos e o exercício da cidadania, especialmente junto às populações-chave.

 

Ao final do evento, será redigido um documento contendo todos os apontamentos dos debates promovidos no Fórum. O manifesto será levado para Fórum de Redução de Danos da Região Norte do país, no próximo mês de novembro.

 

O evento conta também com o apoio do Conselho Regional de Psicologia (CRP) e do Conselho Regional de Serviço Social (Cress), além das parcerias do Senac e Sesi, enquanto instituições de fomento à qualificação profissional e qualidade de vida.

 


Portal do Contribuinte

Aqui você encontra os serviços on-line disponibilizados pela prefeitura.

Nota Quente

Programa de incentivo à emissão de notas fiscais gerando crédito para concorrer a prêmios.

Utilidade pública

Este espaço facilita o acesso do cidadão aos serviços prestados pelo município.

Servidor

Canal destinado à assuntos dedicados ao servidor público municipal.

Concursos

Canal destinado à concursos realizados pela Prefeitura de Palmas.

Turista

Conheça Palmas. Seus pontos turísticos, sua diversidade e eventos você encontra aqui.

PROJETOS E AÇÕES

+ PROJETOS E AÇÕES