Boletim coronavírus (Covid-19): Palmas chega a 15 casos confirmados de Covid-19 nesta quarta-feira, 08

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 08 de abril de 2020 às 20:30

Ao todo, Capital soma ainda 281 casos descartados e 770 notificações para síndromes gripais


A Capital teve mais um resultado de exame positivo para a Covid-19 e chegou a 15 casos confirmados nesta quarta-feira, 08. O novo caso é atribuído a um homem adulto na faixa etária entre 50 e 59 anos, com histórico recente de viagem para o exterior e que se encontra em isolamento domiciliar. O Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE Palmas Covid-19) divulgou ainda que foram descartados 281 casos e 770 notificações para síndromes gripais.

 

 

Dos 15 casos confirmados em Palmas, uma paciente está hospitalizada em estado de saúde grave, conforme boletim médico divulgado nesta quarta. Nove pessoas se encontram em isolamento domiciliar e os cinco restantes estão recuperados. O Tocantins continua sendo o único estado brasileiro a não registrar óbito por Covid-19.

 

 

Quanto às formas de transmissão, dos 15 casos confirmados, três foram infectados no exterior, seis contraíram o vírus em outros estados brasileiros e os outros seis tiveram contato com moradores de Palmas que estavam infectados.

 

 

Cenário no Brasil

 

 

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS), até as 17 horas desta quarta-feira, o Brasil totalizava 15.927 casos de Covid-19, com 800 óbitos. Isso revela um alto índice de letalidade de 5,0% dos casos confirmados. Todos os estados brasileiros possuem casos confirmados da doença.

 

 

Coeficiente de Incidência

 

 

O setor de vigilância epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus) destaca que o coeficiente de incidência (CI) chegou a 5,01 casos por 100 mil habitantes, colocando a Capital em alerta. A média nacional registrada hoje é de 7,5 casos por 100 mil habitantes, conforme dados do Ministério da Saúde.

 

 

Veja o Boletim completo.

 

 

Rede de Saúde de Palmas passa por reestruturação para enfrentamento da Covid-19

 

Diante do crescimento na procura por atendimentos na rede pública de Saúde, em consequência do cenário epidemiológico provocado pelo coronavírus (Covid-19), a Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus) realizou alterações na organização e no funcionamento da Rede Municipal de Saúde. Foram necessárias mudanças nos horários de atendimento, procedimentos e alguns serviços eletivos, os quais não requerem urgência, podendo ser suspensos temporariamente para que os profissionais de saúde possam receber com prioridade os casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus.

 

 

Durante este período, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) só irão atender os pacientes classificados como vermelho, laranja, amarelo e verde (que se enquadrem com urgência e emergência). Os pacientes que não se encaixem nos critérios de emergência serão encaminhados para os Centros de Saúde da Comunidade mais próximos de suas casas.

 

 

Quem apresentar sinais e sintomas que indicam possível contaminação pelo coronavírus, ou que tiver mantido contato próximo com algum caso confirmado, a recomendação é que entre em contato primeiramente com o Disque Zap Coronavírus da Saúde pelos telefones: 3218-5643 e 3218-5458 (fone e WhatsApp) para receber orientações e informações, bem como o direcionamento para o serviço de saúde mais adequado para o atendimento.

 

 

Para o secretário da Saúde, Daniel Borini, a palavra de ordem é não aglomerar. “Por isso fizemos alterações necessárias em todos os atendimentos de Saúde”. As medidas também têm o objetivo de desafogar o fluxo nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e organizar a demanda de acordo com a classificação de risco de cada usuário, disse o gestor.

 

 

Continue lendo aqui.

  

 

Saiba mais

 

 

Fiscalizaçãode Trânsito e Transporte inspeciona higienização e lavagem de ônibus da Capital

 

Covid-19:Governo Federal disponibiliza cadastro para recebimento do Auxílio Emergencial

 

Comoagir durante as compras fora de casa em tempos de pandemia