Saúde de Palmas alerta quanto à higienização das compras para evitar contaminação por Covid-19

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 19 de outubro de 2021 às 12:00

Além das compras, também devem ser mantidos o uso das máscaras de proteção facial e a constante desinfecção das mãos

Mesmo com o avanço da vacinação e a redução do índice de ocupação dos leitos exclusivos para Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) alerta a população sobre os cuidados que a população deve manter para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, especialmente em relação à aquisição de produtos em estabelecimentos comerciais. Conforme os técnicos da Vigilância Sanitária (Visa) da Capital, além de manter o uso de máscara facial e o distanciamento necessário, os consumidores devem fazer a correta higienização dos produtos ao chegarem em suas residências.

A coordenadora de Produtos e Serviços de Alimentos da Visa, Suely Quixabeira, explica que para evitar uma infecção em uma superfície contaminada em supermercados ou lojas é essencial higienizar sempre que possível as mãos e não colocá-las no rosto.  "Além desse cuidado básico, as compras devem ser higienizadas com álcool 70%, sendo necessário esfregar bem um pano ou papel toalha com álcool nos produtos”, disse ela.

Em relação aos produtos in natura, a coordenadora ressalta que devem ser mantidos os mesmos cuidados de antes da pandemia. “Primeiramente, lavar com água corrente as hortaliças e frutas, uma a uma. Para a desinfecção pode ser utilizada solução clorada com uma colher de sopa de hipoclorito de sódio ou água sanitária sem alvejante em um litro de água por 15 minutos", explica Suely, ao reforçar que esses pequenos cuidados asseguram a limpeza adequada dos alimentos.

Outra sugestão da coordenadora é que a população fique atenta à data de validade dos produtos, devendo para isso exigir que seja apresentado caso a embalagem não conste essa informação. “Não é só na pandemia que temos que ter todo o cuidado, alimentos com má qualidade ou com prazos vencidos podem prejudicar também a saúde das pessoas”.