Sedes é parceira de projeto voltado para a qualificação de mulheres

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Eliene Campelo | Publicado em 14 de setembro de 2021 às 10:36

Projeto da UFT oferece 1200 vagas distribuídas em seis cidades e em três comunidades quilombolas do Estado

Com o apoio da Prefeitura de Palmas, foi lançado nesta segunda, 13, o projeto ‘Qualificação das Mulheres no Tocantins: um caminho possível’, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em parceria com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH) e com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes). O projeto oferece 11 cursos voltados para mulheres em situação de vulnerabilidade.

"Temos a convicção que essa parceria será frutífera, pois as mulheres querem trazer para seu lar o sustento de suas famílias e a capacitação é o primeiro passo para essa conquista. Eu sei que essas mais de 700 mulheres inscritas farão a diferença em suas comunidades, pois irão começar um empreendimento e buscar autonomia financeira”, destacou a secretária municipal do Desenvolvimento Social, Patrícia do Amaral.

A secretária Nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto, falou da importância das parcerias com as prefeituras municipais para a mobilização local e o sucesso do projeto. “Nosso foco é o fomento do empreendedorismo feminino e, neste momento em especial, estamos voltados para as mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade e invisibilizadas como as mulheres quilombolas, as ribeirinhas, as egressas do sistema prisional, as vítimas de violência doméstica e outras. Para alcançá-las precisamos do comprometimento dos nossos parceiros”, frisou.

Locais contemplados

Os cursos de capacitação serão realizados de forma on-line e presencial em Palmas, Arraias, Miracema, Porto Nacional, Araguatins e Dianópolis e nas comunidades quilombolas Barra da Aroeira, em Santa Tereza (TO), Kalunga do Mimoso e Lagoa da Pedra, em Arraias (TO).